Albert Gea/Reuters
Albert Gea/Reuters

Entenda como se daria a troca de Cristiano Ronaldo da Juventus para o City e as cifras envolvidas

Diário 'AS', da Espanha, informa que a equipe de Pep Guardiola chegou a um acordo com o astro português; Gabriel Jesus poderia ser usado na transação e parar no 'calcio'

Redação, O Estado de S.Paulo

26 de agosto de 2021 | 13h29

Cristiano Ronaldo parece cada vez mais perto do aeroporto para deixar a Itália. O diário AS, da Espanha, noticiou nesta quinta-feira que o craque português se acertou financeiramente com o Manchester City, e que a Juventus, seu atual clube, concordou com a proposta oferecida pelos ingleses. De acordo com a publicação, o atacante já teria dado seu aval para um contrato de duas temporadas com salário anual de 15 milhões de euros (R$ 92 milhões). Em Turim, o cinco vezes bola de ouro recebe metade desse valor.

CR7 já atuou na Inglaterra, no outro time de Manchester, o United, e sabe o prestígio que seria para ele voltar ao país da Rainha. Na Itália, ele estaria se achando 'sumido' dos holofotes e daí sua intenção de deixar o calcio. As três partes envolvidas ainda não se manifestaram oficialmente sobre o caso: nem Cristiano Ronaldo nem o City nem a Juventus. 

Mesmo com o fracasso da negociação por Harry Kane, os atuais campeões da Premier League não desistiram de reforçar o setor ofensivo da equipe. Na quarta-feira, a imprensa italiana publicou que a Juventus desejava uma compensação financeira de 25 milhões de euros (R$ 154 milhões) para liberar o atacante, que tem contrato vigente. Ocorre que o City, de Pep Guardiola, não estaria disposto a bancar essa quantia. O impasse estaria nesta parte da negociação.

Uma outra possibilidade seria incluir o atacante brasileiro Gabriel Jesus na transação, desejo antigo da Juventus. Mas também nesta parte o City não concorda. Guardiola não está interessado em perder o atacante da seleção. Desde que Jesus chegou ao clube, o treinador faz elogios rasgados a ele em suas apresentações.

A Gazzetta dello Sport informou que o encontro entre Jorge Mendes, agente de CR7, e representantes da Juventus não avançou de maneira significativa por enquanto. Apesar disso, os italianos desejam 'fechar a página' o mais rapidamente possível e esperam que Cristiano Ronaldo não demore para resolver sua situação.

No último fim de semana, o português entrou apenas no segundo tempo do jogo contra a Udinese pelo Campeonato Italiano. Mais tarde, veio a notícia de que a decisão foi tomada em conjunto entre jogador e clube para tratar da possível saída do astro. Se oficializada a negociação, o atacante de 36 anos terá como técnico seu antigo rival na Espanha, quando ele atuava pelo Real Madrid e Guardiola comandava o Barcelona.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.