Cristina Mortágua: ?terremoto? nas Laranjeiras

A modelo Cristina Mortágua, mulher do jogador Djair, afastado do Fluminense esta semana, provocou um ?terremoto? nesta quinta-feira nas Laranjeiras. Sem citar nomes, disse que é comum no Tricolor a oferta de amantes em dias de concentração e em viagens. Ela isentou os jogadores e o presidente David Fischel de participação, mas mesmo assim, as declarações causaram um enorme mal-estar no clube.?É só vocês apurarem direitinho que vão descobrir quem é?, afirmou amodelo, que estava acompanhada da sogra, Dona Diva. De acordo comCristina, a descoberta ocorreu quando o Fluminense viajou para umaexcursão na Martinica, em junho deste ano. Ela queria acompanhar Djair,mas foi demovida da idéia pelo próprio marido.?Ele me disse que a diretoria proibia os jogadores de levarem suasmulheres em viagens. Só que quando ele voltou, falou que tinha sido umapena eu não ter ido porque tinham acontecido coisas estranhas lá e eu poderia ter comprovado?, contou Cristina, isentando David Fischel. ?Ele sempre viaja acompanhado da mulher. É uma pessoa íntegra e tenho certeza que vai pagar o que deve ao Djair.?Dirigentes do Fluminense reagiram com irritação. O superintendente de Futebol, Francisco Vasconcelos, negou as acusações de forma categórica. "Isto não é verdade. Esta história de amantes não existe", disse ele.Sobre a dívida do clube com o jogador, Cristina admitiu que seu marido poderá entrar na Justiça caso o Fluminense se negue a pagar os salários atrasados. "Ele veio hoje ao clube, inclusive, para obter um papel que mostre que foi demitido. Porque do jeito que andam as coisas por aqui, é capaz de dizerem que foi abandono de emprego", ironizou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.