Cristóvão Borges admite necessidade de reforços no Fluminense

Técnico conta com um dos elencos mais caros do País e, mesmo assim, cobra chegada de mais jogadores para time manter alto nível

Estadão Conteúdo

27 de agosto de 2014 | 19h13

Mesmo com um dos elencos mais caros do Brasil, o Fluminense ainda corre atrás de novas contratações para este segundo semestre. Quem garante é o técnico Cristóvão Borges que vê a chegada de reforços como fator fundamental para que o time carioca mantenha uma sequência de atuações em alto nível em meio à cansativa maratona de jogos.

"Isso (trazer reforços) é importantíssimo para que tenhamos fôlego. Por isso se faz necessário um elenco grande. Temos um elenco de alto nível, mas precisamos de um mais numeroso por causa do desgaste. Temos que ter um grupo maior", declarou nesta quarta-feira.

A prioridade é a contratação de um zagueiro. Depois das negociações frustradas com João Filipe e com André Bahia, o clube está próximo de acertar com Neto, do Santos. Recentemente, no entanto, outro alvo foi o veterano atacante Magno Alves, de 38 anos, que está se destacando no Ceará.

"(A negociação com Magno Alves) estava bem encaminhada, mas teve algumas complicações. Está difícil de acontecer. É um jogador de velocidade, algo que estamos tentando desde que cheguei. Tínhamos observado alguns jogadores bem interessantes, mas não pudemos competir por causa do alto custo", comentou Cristóvão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.