Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr./Agência Corinthians

Cristóvão Borges aprova mudança de esquema tático, mas 'puxa orelha' dos atacantes

Treinador reclama do número de chances perdidas por sua equipe contra o Inter

O Estado de S.Paulo

31 de julho de 2016 | 19h23

O técnico Cristóvão Borges elogiou a forma como sua equipe se adaptou ao novo sistema de jogo e conseguiu ser superior ao Internacional, mesmo atuando na casa do adversário. Vindo de dois empates seguidos, contra São Paulo e Figueirense, o treinador resolveu promover o retorno de Elias ao time titular. Taticamente também houve uma mudança: do 4-2-3-1 para o 4-4-2.

"Mudamos o sistema e funcionou, estamos contentes porque sabemos que fomos bem. Sobre afirmação, a estrada é longe", disse após o jogo. "Queremos ser mais eficientes. Nosso time se defende bem, queremos ir melhor na frente. O objetivo era ter um ataque mais criativo. Demos mais um passo adiante."

Apesar de ver melhoras ofensivamente, o treinador deu um puxão de orelha em seus atacantes pela quantidade de chances perdidas. "Será difícil ter tantas oportunidades claras para definir um jogo como tivemos hoje. Tivemos muitas chances, mas não conseguimos marcar. Isso é uma coisa que vamos rever. Não pode acontecer em um campeonato duro. Não se poder dar chance."

O experiente Danilo também aproveitou para ressaltar a postura do time atuando fora de casa. "O grande mérito é ver como a equipe jogou. O que cobramos é jogar fora igual jogamos em casa. Cobramos isso de cada um. O time está de parabéns".

A vitória do Corinthians sobre o Inter foi apenas a quarta nesta edição do Campeonato Brasileiro. As outras foram contra Sport, América-MG e Chapecoense.

Tudo o que sabemos sobre:
CorinthiansCampeonato Brasileiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.