Edson Ruiz/Divulgação EC Bahia
Edson Ruiz/Divulgação EC Bahia

Cristóvão Borges é apresentado e fala em unir forças no comando do Bahia

Treinador volta ao clube que o revelou como jogador com a missão de encerrar má fase

VITOR VILLAR, Especial para O Estado de S. Paulo

20 Maio 2013 | 21h05

SÃO PAULO - Após mais de oito meses desempregado, o técnico Cristóvão Borges, ex-Vasco, retorna à atividade no seu velho lar, o Bahia. Revelado como jogador pelo time baiano, o treinador foi apresentado na tarde desta segunda-feira em Salvador e vai comandar a equipe no Campeonato Brasileiro da Série A.

Nascido na capital baiana, Cristóvão surgiu nas categorias de base do Bahia no final dos anos 70. Agora, retorna ao clube num momento dos mais difíceis. O tricolor perdeu o Campeonato Estadual e ainda não venceu o arquirrival Vitória no ano, sendo que foi derrotado por goleada em dois clássicos: por 5 a 1 na inauguração da Arena Fonte Nova e por 7 a 3 na primeira partida da final.

A má fase fez com que o gestor de futebol, Paulo Angioni, o técnico Joel Santana e 14 jogadores fossem demitidos do clube. À frente apenas do seu segundo clube na carreira como treinador, Cristóvão diz conhecer a pressão que sofrerá em Salvador.

"Estamos chegando aqui para unir forças. Sabemos das dificuldades e das coisas que estão acontecendo, mas sou cria daqui e conheço o clube’’, disse. “O Bahia é um clube de massa e a exigência é muito grande. Mas nós, técnicos, vivemos dessa forma e isso não nos assusta. Sabemos que precisamos melhorar, mas como é um clube com força e tradição, estou confiante na recuperação."

O novo treinador não descarta outras dispensas no elenco do clube. “Venho conversando com o presidente Marcelo Guimarães Filho e com o Anderson (Barros, ex-Botafogo e novo diretor de futebol do Bahia) sobre isso. Ainda não vamos citar nomes, mas vamos tomar, sim, atitudes pertinentes. A equipe precisa de reforços, porque o Campeonato B rasileiro é muito competitivo", alertou.

Cristóvão foi demitido do Vasco em setembro do ano passado, justamente após uma derrota por 4 a 0 para o Bahia em São Januário, pelo Campeonato Brasileiro. Sua estreia pelo tricolor baiano acontece no próximo domingo, dia 26, às 16h, contra o Criciúma, no Estádio Heriberto Hülse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.