Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Cristóvão culpa chances perdidas por derrota do Flamengo

Técnico lamenta derrota por 1 a 0 diante da Ponte Preta

Estadão Conteúdo

10 Agosto 2015 | 10h45

O técnico Cristóvão Borges garantiu ter aprovado a atuação do Flamengo na derrota por 1 a 0 para a Ponte Preta, domingo no Moisés Lucarelli, pela 17ª rodada do Campeonato Brasileiro. Para ele, o time teve mais volume de jogo e só pecou pelo excesso de chances perdias, o que acabou sendo aproveitado pela Ponte Preta.

"Tivemos volume de jogo e, o mais importante, a criação, mesmo com o jogo difícil, truncado. Mas no segundo tempo o time conseguiu marcar melhor e impedir a Ponte, tanto que nosso goleiro trabalhou muito pouco. E criamos as oportunidades. Se tem as oportunidades, tem que aproveitá-las. Não aproveitamos e sofremos o gol de bola parada", disse.

Apesar da avaliação positiva de Cristóvão, o treinador foi muito criticado por ter trocado o meia Alan Patrick pelo volante Luiz Antonio no intervalo. Para o técnico, porém, o time conseguiu conter a Ponte e dominar o duelo, mesmo que tenha sido vazado aos 26 minutos por Pablo.

"Jogamos melhor no segundo tempo, e a Ponte chegou muito menos. A substituição era para isso, e o objetivo foi alcançado. Pena a gente não ter aproveitado bem as oportunidades que criou", afirmou Cristóvão.

Batido, o Flamengo está em 13º lugar no Brasileirão com 20 pontos. O próximo compromisso do time será nesta quarta-feira, no Maracanã, diante do Atlético Paranaense, pela 18ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.