Fábio Motta/Estadão
Fábio Motta/Estadão

Cristóvão entende ira da torcida e promete: 'Flamengo vai reagir'

'Não pode perder em casa por 3 a 0 e ficar satisfeito', diz técnico

Estadão Conteúdo

13 de julho de 2015 | 08h46

Depois de uma boa vitória sobre o Internacional na quarta-feira, o Flamengo voltou a apresentar erros antigos e foi facilmente batido pelo Corinthians no último domingo por 3 a 0, em pleno Maracanã, pelo Brasileirão. O resultado enfureceu a torcida carioca, que manifestou a insatisfação ao apito final. Tudo "compreensível", de acordo com o técnico Cristóvão Borges.

"A reação da torcida é compreensível. Jogando em casa e perder de 3 a 0, não tem como ficar satisfeito. Nenhum de nós está. O torcedor tem direito de manifestar insatisfação. Estamos aqui para buscar resultados positivos, mas estamos oscilando. Todos estamos bastante chateados com essa derrota", disse.

A derrota fez o Flamengo cair para a 15.ª posição, com 13 pontos, mesmo número do Santos, que abre a zona de rebaixamento. É assim, pressionado, que o time encarará o Náutico nesta quarta-feira, no Recife, pela Copa do Brasil. E Cristóvão sabe que uma classificação às oitavas de final é essencial para aliviar o clima no clube.

"Isso normalmente nós fazemos também quando ganhamos: pensar na partida seguinte. Nossa vida é assim. Lógico que hoje estamos bastante frustrados, mas temos que reagir, vamos reagir, temos capacidade para isso. É a oportunidade que nós temos, vamos buscar a vitória", disse.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.