Cristóvão lamenta mais um empate e aponta Flu superior no jogo

Cristóvão lamenta mais um empate e aponta Flu superior no jogo

Com sete empates nos últimos dez jogos, Fluminense entra em queda livre no campeonato e já ocupa a oitava posição da tabela

Estadão Conteúdo

10 de outubro de 2014 | 11h02

O técnico Cristóvão Borges lamentou mais um empate do Fluminense e reconheceu que o excesso de igualdades - foram sete nas últimas dez partidas no Campeonato Brasileiro - estão fazendo o time cair na classificação do torneio. O treinador, porém, avaliou que seu o time foi superior ao Atlético Mineiro no 0 a 0 da última quinta-feira, no Maracanã, pela 27ª rodada.

"Não adianta empatar, só vamos perdendo lugar na tabela, como perdemos uma posição para o Santos. Sabemos que temos que ganhar, e a equipe buscou isso. A proposta do Atlético-MG era o contra-ataque. Mesmo assim procuramos trabalhar a bola, ter paciência. Quem buscou o gol foi o Fluminense. Uma pena não ter saído", disse.

Pressionado pela torcida do Fluminense, que pede a sua saída, Cristóvão garante que consegue manter a tranquilidade para realizar o seu trabalho. "Minha aflição é igual a dos jogadores ou muito maior. Preciso ter equilíbrio, observar o jogo para saber as coisas que tenho que fazer. A aflição, a vontade, o desespero de entrar para ajudar a botar a bola para dentro eu também tenho, mas minha função exige outras observações", afirmou.

Cristóvão ressaltou também que o Fluminense não se acomodou com o empate e lutou pela vitória até o final. "O time teve atitude, sim. O Atlético estava atrás. Se a equipe acelera, muitos erros acontecem. O time teve equilíbrio, paciência e buscou. O Atlético estava inteiro no campo de defesa, os espaços foram menores. Tentamos pelas laterais para que eles abrissem um pouco. Por isso as mudanças. A última substituição não foi feita, pois estávamos mais abertos. Qualquer outra alteração facilitaria para o Atlético-MG ", comentou.

Após mais um empate, o Fluminense caiu para o oitavo lugar no Campeonato Brasileiro, com 42 pontos. O time volta a entrar em campo no próximo domingo, quando vai enfrentar o Internacional, no Beira-Rio, pela 28ª rodada.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.