Site Oficial / Juventus
Site Oficial / Juventus

Crítica do presidente do Napoli não incomoda Maurizio Sarri, técnico da Juventus

Time vai tentar a sexta conquista da Copa da Itália nesta quarta-feira

Redação, Estadão Conteúdo

16 de junho de 2020 | 18h45

O técnico Maurizio Sarri, da Juventus, disse não ter se incomodado com as críticas de Aurelio De Laurenti, presidente do Napoli, seu adversário na final da Copa da Itália, nesta quarta-feira, às 16 horas (horário de Brasília), no Estádio Olímpico de Roma. Não haverá presença de público.

"Ele (Sarri) me traiu, saiu com a desculpa vulgar de dinheiro, me forçou a trocar e ainda tinha um contrato de dois anos", disse De Laurentiis ao jornal italiano Corriere dello Sport. "Não estou interessado no Napoli. Espero fazer um bom trabalho para conseguir um troféu que trabalhamos por sete meses antes da pandemia e esperamos mais três meses para os jogos decisivos", afirmou Sarri.

Sarri, de 61 anos, assumiu a Juventus há uma ano, depois de uma temporada com o Chelsea, time inglês no qual ganhou a Liga Europa. O título da Copa Itália será importante para o treinador, que não concorda com as críticas sofridas pela imprensa italiana. "Fico um pouco chateado ao saber que não ganhei nada na Itália porque ganhei oito acessos", disse Sarri, em entrevista coletiva, relembrando os bons trabalhos feitos no Empoli, Perugia e Sorrento. "Talvez isso seja algo pequeno comparado à Liga dos Campeões e ao Scudetto, mas também não é fácil."

Com o retorno aos jogos, após três meses de paralisação por causa do coronavírus, Sarri não acredita que os jogadores consigam atuar com a intensidade plena nesta decisão. "Estamos em um momento particular. Os jogos serão muito difíceis, o mesmo vale para os aspectos mentais e táticos. Tudo faz parte do período anormal."

Campeã das últimas quatro edições, a Juventus busca a 14.ª taça da Copa da Itália, enquanto o Napoli, detentor do título em 2014, vai tentar a sexta conquista na competição.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.