Criticado, Del Piero desabafa após vitória da Itália

Um dos heróis da vitória da Itália por 2 a 0 sobre a Alemanha, o atacante Alessandro Del Piero, autor do segundo gol da equipe, declarou que a "Azzura" chegou à final da Copa do Mundo porque teve mais vontade de vencer o confronto desta terça-feira, em Dortmund."Foi um gol fantástico e difícil. Enfrentamos um time muito forte, que poderia ter marcado primeiro. Mostramos que tivemos mais vontade de ganhar do que eles", disse o atacante, que entrou em campo na prorrogação no lugar de Simone Perrota. Ele dedicou a classificação ao seu ex-companheiro de Juventus Gianluca Pessotto, que caiu de uma altura de 15 metros na sede do clube italiano - existe a suspeita de que ele tenha tentado se suicidar. Muito criticado após ser convocado para a disputa do Mundial, Del Piero aproveitou para desabafar. "Foi fantástico fazer parte de um jogo como esse. Ganhar na casa deles... não há palavras para descrever o que estou sentido nesse momento", destacou. "Recebi algumas críticas recentemente, mas hoje mostrei que meu desejo é tão grande quanto o de qualquer outro".Já o lateral Fabio Grosso, que abriu o placar para a Itália na prorrogação, também enalteceu a vitória italiana. "Estou louco de alegria, não tenho muito a dizer. Foi uma vitória de um grupo muito unido. Esse realmente é um grande time", destacou.O meia-atacante Francesco Totti, 29, disse que pretende se aposentar da seleção italiana após a disputa do Mundial. "Há 90% de chances de isso acontecer depois de disputar a final. Não existe melhor oportunidade para isso", analisou.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.