AFP
AFP

Criticado na Alemanha, Werner celebra volta por cima na Copa das Confederações

Atacante anotou dois gols na vitória diante de Camarões, por 3 a 1

O Estado de S.Paulo

26 de junho de 2017 | 15h30

Destaque da Alemanha na vitória por 3 a 1 sobre Camarões no domingo, quando marcou dois gols, o atacante Timo Werner não escondeu a alegria pela boa atuação na Copa das Confederações. Ele celebrou o bom momento com a camisa da seleção, depois de tanto sofrer com as críticas em seu país, por atuar no RB Leipzig.

"O Kobe Bryant também era vaiado em todo lugar e sempre foi o melhor", lembrou Werner, citando o ex-jogador do Los Angeles Lakers na NBA. "Eu não quero dizer que sou o melhor como ele, mas as críticas também funcionam como uma espécie de incentivo para mim."

Werner foi um dos melhores jogadores do último Campeonato Alemão pelo surpreendente RB Leipzig, vice-campeão. A ótima campanha, no entanto, não impediu que as críticas e vaias à equipe ganhassem força no país. Isso porque o clube é controlado por uma empresa, a Red Bull, o que não foi bem aceito pelos torcedores locais.

Se jogar pelo impopular time já era motivo para vaias, Werner foi ainda mais criticado quando cavou um pênalti diante do Schalke 04 e marcou o gol que garantiu o empate ao RB Leipzig em dezembro passado, pelo Alemão. "Teve a cavada, ele cometeu um erro e admitiu. Mas ele é um jogador muito, muito jovem", considerou Joachim Löw.

Werner tem 21 anos e foi formado nas divisões de base do Stuttgart, cidade onde nasceu. A boa temporada pelo RB Leipzig fez com que sua ascensão fosse meteórica e até seus próprios companheiros de seleção se mostraram impressionados com o talento do atacante, que mantém os pés no chão. "Não há receita para isso (sucesso). Os bons jogadores precisam saber lidar com isso, automaticamente."

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.