Criticado pela torcida, Totti garante que fica na Roma

Maior ídolo da Roma nos últimos anos, o meia-atacante italiano Totti foi bastante criticado pela torcida após o empate com a Juventus na última segunda-feira, quando chegou a ameaçar sair do clube. Nesta quinta, no entanto, ele garantiu que não irá embora.

AE, Agência Estado

15 de dezembro de 2011 | 16h24

No clássico com a Juventus, Totti chegou a perder um pênalti, o que foi decisivo para o empate de 1 a 1, provocando críticas da torcida. "Se eu sou um problema, então vou pensar em ir embora", disse o jogador, que tem sido constantemente substituído nos jogos.

Nesta quinta-feira, com a cabeça mais tranquila, Totti desfez a ameaça. "Os torcedores da Roma me insultaram, mas fui mal compreendido. Vou continuar aqui", avisou o veterano jogador, que tem 35 anos e defendeu o clube italiano durante toda a sua carreira.

Com uma passagem de sucesso pela seleção italiana, com a qual conquistou o título da Copa de 2006, Totti já ajudou a Roma a ser campeã nacional em 2001. Atualmente, porém, a equipe da capital ocupa apenas a 10ª colocação no Campeonato Italiano, com 18 pontos em 14 jogos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolRomaTotti

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.