Informação para você ler, ouvir, assistir, dialogar e compartilhar!
Estadão Digital
Apenas R$99,90/ano
APENAS R$99,90/ANO APROVEITE
Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians e Bruno Cantini|Atlético
Daniel Augusto Jr|Agência Corinthians e Bruno Cantini|Atlético

Criticados em 2014 , Fred e Jô voltam a ser protagonistas

Atacantes fizeram parte da seleção brasileira que fracassou no Mundial, mas conseguiram dar a volta por cima

O Estado de S.Paulo

19 de abril de 2017 | 07h00

Convocados para serem os goleadores da seleção brasileira na Copa de 2014, Fred e Jô foram alguns dos alvos mais atingidos por torcida e imprensa após o fracasso no Mundial realizado no Brasil. Três anos depois, a dupla aparece como os principais atacantes do futebol brasileiro da atualidade. Nesta quarta-feira, ambos estarão em campo e com grandes chances de ampliarem suas marcas por Atlético-MG e Corinthians, respectivamente.

Jô marcou seis gols pelo Corinthians na temporada, sendo quatro em clássicos. Nesta quarta, enfrenta o Internacional, pela Copa do Brasil, clube em que passou (entre 2011 e 2012) e colecionou problemas de indisciplina. Agora, é exemplo para os garotos do time corintiano.

“Trato os meninos como filhos. Eles me escutam bastante, mas não respeitam muito. No meu tempo, os mais velhos eram tratados de outra forma”, brincou o corintiano, que tem 30 anos e um de seus ‘filhos’ preferidos é Léo Jabá. 

Já Fred é o único atacante do Brasil com média acima de um gol por jogo (1,23). O artilheiro do Atlético-MG marcou 16 gols em 13 jogos, sendo dez pelo Campeonato Mineiro, cinco na Libertadores e um na Primeira Liga. Ele conseguiu o feito de marcar quatro gols em uma única partida, na goleada de 5 a 2 sobre o Sport Boys-BOL. Nesta quarta, estará em ação de novo pela competição continental, diante do Libertad-PAR.

Em alto astral, o atacante de 33 anos comenta sobre a possibilidade de marcar mais quatro gols em um jogo. “Seria perfeito e com uma vitória seria melhor ainda. Mas se ficar 1 a 0 e vitória nossa, a gente sai satisfeito também. O objetivo principal é vencer”, comentou o jogador.

Tudo o que sabemos sobre:
Atlético-MGCorinthiansFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.