Críticas farão a zaga do Flamengo melhorar, diz Álvaro

A ótima campanha do Flamengo na Taça Guanabara, primeira colocação em seu grupo com 19 pontos ganhos em 21 disputados, não escondeu um problema da equipe na competição: a grande quantidade de gols tomados - foram 13 em apenas sete partidas.

AE, Agencia Estado

12 de fevereiro de 2010 | 13h10

No entanto, de acordo com o zagueiro Álvaro, essa situação está prestes a mudar. Segundo o atleta, as críticas da imprensa sobre o setor defensivo flamenguista têm feito com que os jogadores se empenhem mais.

"As críticas são boas porque tocam o jogador. Acredito que nós já mostramos o nosso valor no ano passado, agora é recuperar a confiança, agrupar um pouco mais atrás, que tudo vai se acertar. Levamos dois gols em pênaltis inexistentes, e também há méritos do adversário", declarou o zagueiro.

O Flamengo enfrentará o Botafogo na próxima quarta-feira, em partida válida pelas semifinais da Taça Guanabara. Se tudo correr como Álvaro planeja, o setor defensivo da equipe já apresentará evolução, auxiliado pelos volantes na marcação.

"Não é só culpa da linha de quatro (defensores) e o goleiro, é a equipe toda que está se dedicando e se acertando para marcar. Temos o Kleberson e o Vinícius voltando, o Toró e o Willians impedindo os avanços dos laterais, e com esses detalhes sendo acertados o time vai estar melhor para a semifinal", comentou o jogador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.