Croácia e México fazem partida decisiva pela classificação às oitavas

Após empate com o Brasil, mexicanos jogam por igualdade para garantir um lugar no mata-mata. Quem perder, está fora do Mundial

Daniel Batista - Enviado especial ao Recife, O Estado de S. Paulo

22 de junho de 2014 | 22h57

Enquanto o Brasil tenta confirmar a classificação para as oitavas de final contra Camarões, México e Croácia jogam na Arena Pernambuco em clima de final, afinal de contas, o derrotado está fora do Mundial. E para triunfar, as duas seleções apostam em forças bem distintas. Os mexicanos se destacam pela boa marcação enquanto os croatas jogam tudo no forte poderio ofensivo. 

Existe uma pequena possibilidade de ambos avançarem. Eles teriam que empatar e torcer para o Brasil ser derrotado por Camarões. Qualquer outra combinação, o derrotado no Recife está eliminado. O México ainda tem uma vantagem de jogar pelo empate e, independentemente do jogo do Brasil, estará classificado. 

Mas a ordem nas duas seleções é esquecer a matemática e tentar a vitória para não depender de ninguém. O que não falta é confiança nos dois lados, em especial dos croatas, que passaram toda a entrevista coletiva destacando a força do ataque e sempre tentando minimizar a boa fase do goleiro mexicano Guillermo Ochoa. 

“Se eu não acreditasse na minha seleção, já teria desistido e voltado para casa. O México é um excelente time e tem um grande goleiro, mas fizemos cinco gols, somos o melhor ataque do grupo e vamos ganhar”, disse o técnico Niko Kovac. 

O fato é que se o México aposta na força de sua defesa - que, ao lado da Nigéria, é a única que não levou gol na Copa - com destaque para Ochoa, Rafa Márquez e Rodríguez, a Croácia promete responder com o trio de ataque Olic, Perisic e o principal deles, Mandzukic. 

Ao comentar sobre o companheiro, o meia Modric, responsável por organizar as principais jogadas da equipe, alfinetou o goleiro mexicano.“Mandzukic já mostrou sua qualidade pelo Bayern (de Munique) e nessa Copa (diante de Camarões). Ele, inclusive, já marcou gols em goleiros bem melhores do que o Ochoa, com todo respeito”, soltou o meia. 

Além de jogar pelo empate, o México conta com outra importante vantagem. Pelo que se viu no Recife nos últimos dias, a torcida mexicana será muito maior e promete fazer muita festa para apoiar a equipe de Miguel Herrera. Isso também é algo que não parece incomodar os croatas. “Vamos trabalhar para deixar a torcida que estará no estádio triste. Futebol não se ganha na arquibancada, mas dentro de campo”, avisou o meia, esbanjando personalidade. 

No México, o técnico Miguel Herrera dá de ombros para as provocações dos croatas. “O que vale é dentro de campo. Eles precisam correr atrás do resultado, já que o empate é nosso”, respondeu. 

Esbanjando sinceridade, o comandante mexicano avisou como pretende sair da Arena Pernambuco com a classificação. “Só cozinheiro tem receita, mas pelo que a gente acompanha, a Croácia ataca bastante pelas laterais e deixam espaço atrás. Eles também perdem muito a bola no meio e foi assim que o Brasil venceu o jogo. Vamos tentar explorar isso.”

FICHA TÉCNICA

CROÁCIA X MÉXICO

CROÁCIA - Pletikosa; Srna, Corluka, Lovren e Pranjic; Rakitic, Modric, Sammir e Olic; Perisic e Mandzukic. Técnico: Niko Kovac

MÉXICO - Ochoa; Rodríguez, Héctor Moreno, Rafa Márquez e Aguilar; Herrera, Vásquez, Guardado e Layún; Giovani dos Santos e Peralta. Técnico: Miguel Herrera

JUIZ - Ravshan Irmatov (Usbequistão)

LOCAL - Arena Pernambuco, no Recife

HORÁRIO - 17 horas

TRANSMISSÃO - SporTV 2, ESPN e Fox Sports 2

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.