Cruyff diz que Ronaldinho pode ter seus altos e baixos

Ex-técnico do Barcelona acredita em recuperação do jogador brasileiro e elogia atitude de Thierry Henry

EFE

31 de outubro de 2007 | 15h40

O ex-técnico do Barcelona, o holandês Johan Cruyff, afirmou que o brasileiro Ronaldinho Gaúcho é como qualquer outro jogador e pode sofrer altos e baixos. "Pode-se entender de alguma forma, pois nos dois últimos anos esteve nos holofotes a cada dia e quando esteve em um momento baixo foi criticado", afirmou. Para Cruyff, Ronaldinho pode começar uma partida no banco, pois isto não o impede de jogar depois. "Caso tenha vindo de longe e haja três jogadores que não viajaram, não é necessário que comece de início", declarou.   Além disso, o holandês disse que o francês Thierry Henry deve se acostumar ao estilo de jogo proposto pelo holandês Frank Rijkaard, embora tenha elogiado a atitude positiva do atacante desde sua chegada ao clube catalão.   "Está se falando do Henry do Arsenal e é impossível que se veja o mesmo jogador no Barça, pois o jogo é diferente e tem que se adaptar", declarou Cruyff, que pediu um pouco de paciência com o atacante francês.   "Teve que forçar após se recuperar de uma lesão e pelo fato de Eto'o também ter se lesionado. Estou contente com ele, pois se tivesse sido mais egoísta teria se poupado", encerrou.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.