Cruzeirense Vinicius Araújo descarta fratura e revela deslocamento de clavícula

A notícia de uma lesão quase nunca é comemorada, mas no caso do atacante Vinicius Araújo, nesta quinta-feira, tranquilizou os torcedores do Cruzeiro. O jogador deixou o gramado da Arena da Baixada, após o empate com o Atlético-PR na quarta, com uma fratura na clavícula dada como certa. Após exames médicos, no entanto, foi diagnosticado apenas um deslocamento no local.

Estadão Conteúdo

15 de outubro de 2015 | 16h17

"Graças a Deus não houve fratura, foi deslocamento de clavícula. Muito obrigado a todos pelas mensagens de apoio que recebi de ontem pra hoje. Está tudo bem comigo.

Agora, é recuperar o mais rápido possível pra ajudar a equipe e voltar a jogar. Valeu galera!", escreveu o jogador em sua página no Instagram.

Vinicius Araújo sentiu o ombro durante a comemoração do segundo gol cruzeirense, marcado por De Arrascaeta. Após o apito final, a assessoria de imprensa do clube mineiro chegou a confirmar a fratura no local e que o jogador não atuaria mais em 2015, mas os exames médicos realizados nesta quinta desmentiram a informação.

Por mais que a lesão seja menor, Vinicius Araújo deverá ser desfalque ao menos para a próxima partida do Cruzeiro, contra o Fluminense, domingo, no Mineirão. Leandro Damião deve seguir como dono da posição.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroVinicius Araújo

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.