Cruzeirenses pregam trabalho para esquecer eliminação

O Cruzeiro ainda tenta absorver a inesperada eliminação na semifinal do Campeonato Mineiro, que veio com a derrota por 3 a 1 para o Ipatinga, sofrida neste domingo, em pleno Mineirão. E para isso os jogadores pregam a concentração no trabalho, principalmente já visando a sequência da Copa Libertadores, na qual o time espera pela definição do seu adversário nas oitavas de final.

AE, Agência Estado

19 de abril de 2010 | 17h23

"Temos que pensar no trabalho que temos pela frente e buscar as vitórias novamente", disse o goleiro Fábio. "A gente vai treinar e esperar nosso adversário na Libertadores. Vamos acompanhar os jogos desta semana", continuou o goleiro, que ajudou o Cruzeiro a se classificar em segundo no Grupo 7, com 11 pontos somados em seis jogos.

Para o arqueiro cruzeirense, a eliminação precoce no Estadual não pode de forma nenhuma afetar negativamente a campanha do time no torneio continental. "Não pode influenciar, porque é uma competição diferente. A gente tem o sonho de conquistar (a Libertadores) e disputar um torneio mundial", comentou Fábio.

Quem concorda é o meia Gilberto, também focado em reencontrar o caminho das vitórias. "Vamos continuar trabalhando, tentando fazer o melhor com esta camisa para que o Cruzeiro consiga sempre chegar aos títulos, que é o que pede a camisa, o clube e a torcida", afirmou o jogador.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.