Cruzeiro admite interesse por Romagnoli

A diretoria do Cruzeiro admitiu, nesta terça-feira, interesse na contatação do meia-ofensivo argentino Romagnoli, de 23 anos, cujo passe pertence ao San Lorenzo. Segundo o vice-presidente do clube mineiro, Alvimar Perrella, a equipe argentina foi consultada sobre a eventual negociação, mas pediu alto para liberar o atleta, destaque no campeonato da Argentina e da Copa Mercosul, na última temporada. "Eles fixaram o valor do passe em US$ 4 milhões, mas consideramos o valor inviável", disse Perrella. "Nossa intenção é aguardar até o meio do ano. Sabemos que a situação da economia da Argentina é complicada e se eles baixarem o preço, podemos fazer negócio", acrescentou. De acordo com o dirigente, Romagnoli, assim como outros jogadores argentinos, têm interesse em jogar no Cruzeiro, principalmente depois de ouvirem do lateral Sorín - cujo passe foi vendido pelo clube mineiro à Lazio, por US$ 9,5 milhões - inúmeros elogios à estrutura da equipe, uma das poucas do futebol brasileiro que paga salários em dia. "O Sorín, que saiu de Belo Horizonte como um dos maiores ídolos da torcida do Cruzeiro, é nosso maior embaixador na Argentina." Enquanto correm boatos sobre possíveis contratações do clube para o Brasileiro e para a Copa dos Campeões, o técnico Marco Aurélio dá prosseguimento aos preparativos para a rodada final do Supercampeonato Mineiro, quinta-feira, contra a Caldense. Com seis pontos em três jogos, o Cruzeiro precisa vencer e por três gols de diferença, já que a Caldense, que tem nove pontos e está a um empate do título, supera o adversário no saldo. Também tem que torcer para o América-MG - outro que está na disputa, com seis pontos - não derrote o Atlético-MG na preliminar. O Atlético, derrotado pelo Cruzeiro por 1 a 0, tem apenas três pontos e está fora do páreo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.