Cruzeiro arrasa Concepción na Libertadores

O Cruzeiro reeditou o futebol mostrado no ano passado e goleou a Universidad de Concepción por 5 a 0, nesta quarta-feira à noite, no Mineirão, pela penúltima rodada da primeira fase da Copa Libertadores da América. A vitória manteve o time mineiro na segunda colocação do grupo 3 da competição, com 10 pontos, um a menos que o Santos Laguna, do México.Com isso, o Cruzeiro está próximo de assegurar uma vaga nas oitavas-de-final como um dos cinco melhores segundo colocados das nove chaves do torneio. Restando uma rodada para o encerramento da primeira fase, a equipe mineira, no entanto, ainda tem a chance de sagrar-se campeã do grupo. Enfrenta o Caracas - já eliminado, com 6 pontos -, na Venezuela, no dia 15 de abril, e terminará em primeiro lugar se vencer o compromisso e o Santos Laguna tropeçar diante do Concepción - que continua com apenas um ponto ganho, na lanterna da chave, e sem qualquer chance de passar à próxima etapa -, no Chile.A equipe brasileira necessitava da vitória e procurou não dar chances ao adversário. O primeiro gol cruzeirense nasceu de uma jogada inesperada, logo aos cinco minutos de jogo. O zagueiro Cris deu uma de atacante e avançou pela esquerda, encobrindo o goleiro Peric: 1 a 0. Depois do jogo, o próprio Cris confessou que sua intenção era cruzar a bola para a área. "Fui com a perna ruim que é a esquerda, mas graças a Deus pegou errado e ela (a bola) entrou", contou.O time mineiro manteve o domínio da partida durante todo o primeiro tempo. Aos 25 minutos, o atacante Guilherme só não ampliou porque o goleiro do Concepción fez excelente defesa. Aos 42, porém, o mesmo Guilherme recebeu livre na área, tirou Peric do lance e tocou para fazer 2 a 0. O gol foi bastante contestado pelos chilenos, que reclamaram de uma falta de Guilherme no lance. Por reclamação, o técnico Oscar Meneses foi expulso pelo árbitro paraguaio Carlos Torres. Na volta do intervalo, o Cruzeiro praticamente liquidou o jogo, quando, aos 25 segundos, o lateral Leandro arrancou pela esquerda, invadiu a área adversária e marcou o terceiro, num chute cruzado. Para piorar as coisas para o Concepción, o zagueiro Gómez recebeu o cartão vermelho, aos 17 minutos. Dez minutos depois, Guilherme provou que está recuperando sua melhor forma e numa jogada de puro oportunismo, marcou o quarto gol cruzeirense, o segundo dele na partida.Aos 44, o lateral-direito Maicon completou a goleada, fazendo, de cabeça, 5 a 0.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.