Washington Alves/Cruzeiro
Washington Alves/Cruzeiro

Cruzeiro bate Atlético-PR, encerra jejum e segue entre os primeiros no Brasileiro

De Arrascaeta marca e dá fim a uma sequência de três jogos sem vitória

Estadão Conteúdo

05 Novembro 2017 | 19h42

O Cruzeiro voltou a vencer pelo Campeonato Brasileiro e continua entre os primeiros colocados. O time mineiro foi mais eficiente no ataque e venceu o Atlético Paranaense por 1 a 0, neste domingo, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte, em jogo válido pela 32.ª rodada.

+ TEMPO REAL - Confira os lances da partida

+ Corinthians faz 3 a 2 no Palmeiras, volta a vencer e abre vantagem na liderança

+ Com dedo de Renato Gaúcho, Grêmio vira jogo e liga sinal de alerta no Flamengo

+ Confira a tabela do Campeonato Brasileiro

+ Leia mais notícias sobre o Cruzeiro

O clube de Minas Gerais vinha de uma sequência de três jogos sem vencer na competição, com duas derrotas e um empate. A vitória mantém o Cruzeiro entre os melhores colocados. Distante da briga pelo título, ocupa a quinta posição com 51 pontos, mas já está garantido na fase de grupos da Copa Libertadores de 2018 pelo título da Copa do Brasil.

Do outro lado, o Atlético Paranaense voltou a perder depois de três rodadas, sendo duas vitórias e um empate. Apesar do tropeço, segue distante da zona de rebaixamento. No momento, ocupa posição intermediária na tabela de classificação, com 42 pontos.

A partida começou bastante estudada e com poucas emoções. Mesmo com uma marcação mais adiantada, dificultando a saída de bola do Atlético Paranaense, o Cruzeiro criou muito pouco. Nas raras chegadas ofensivas, conseguiu apenas conclusões de longa distância.

O Atlético Paranaense encontrou grandes dificuldades para trabalhar a bola e acabou punido pela postura defensiva aos 40 minutos. O meia Robinho fez um lindo lançamento do campo de defesa e o atacante Arrascaeta escapou nas costas da defesa. Dentro da área pela esquerda, o uruguaio limpou a marcação e bateu colocado no ângulo esquerdo do goleiro Weverton.

A segunda etapa começou com a mesma intensidade da primeira, porém com um Cruzeiro mais incisivo. Apesar da vantagem, o time mineiro seguiu mais próximo de ampliar do que sofrer o empate. Aos 11 minutos, o meia Rafinha apareceu bem. Após escanteio, ele pegou sobra fora da área e encheu o pé exigindo grande defesa de Weverton.

Conforme o tempo passou, o clube mineiro diminuiu o ritmo e passou a administrar o jogo. Sem poder de reação, o time visitante pouco assustou o goleiro Fábio. A melhor chance saiu em um lance despretensioso aos 24 minutos. O meia Guilherme cobrou escanteio, a bola pegou efeito e bateu no travessão. Na sobra, o volante argentino Lucho González completou e zaga salvou em cima da linha.

Pela 33.ª rodada, nesta quarta-feira, às 21h45, o Cruzeiro volta a campo para enfrentar o Flamengo, no estádio Luso-Brasileiro, no Rio de Janeiro. No mesmo dia, o Atlético Paranaense recebe o líder Corinthians, às 21 horas, na Arena da Baixada, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 x 0 ATLÉTICO-PR

CRUZEIRO - Fábio; Ezequiel, Manoel, Murilo e Diogo Barbosa; Henrique, Lucas Silva, Rafinha (Rafael Marques), Thiago Neves (Alisson) e Robinho; Arrascaeta (Jonata). Técnico: Mano Menezes.

ATLÉTICO-PR - Weverton; Jonathan, Wanderson, Paulo André e Fabrício; Esteban Pavez (Éderson), Lucho González (Matheus Rossetto) e Guilherme; Lucas Fernandes (Pablo), Ribamar e Sidcley. Técnico: Fabiano Soares.

GOL - Arrascaeta, aos 40 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Rafinha (Cruzeiro); Pavez e Sidcley (Atlético-PR).

ÁRBITRO - Marcelo Aparecido Ribeiro de Souza (SP).

RENDA - R$ 144.047,00.

PÚBLICO - 8.157 pagantes (10.845 no total).

LOCAL - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.