Cruzeiro bate Fla e dispara na liderança

O Cruzeiro ampliou sua vantagem diante do Santos, nesta quarta-feira à noite, ao vencer o Flamengo, no Mineirão, por 2 a 0. A equipe mineira agora lidera o Campeonato Brasileiro com dez pontos a mais que o segundo colocado. Foi a sétima vitória consecutiva do time do técnico Vanderlei Luxemburgo na competição, um recorde na história do clube. Com o resultado, o Cruzeiro chegou aos 73 pontos ganhos, contra 63 do time paulista, que ficou no empate, por 1 a 1, com o Guarani. O Rubro-Negro carioca, com mais uma derrota, permanece com 45 pontos num bloco intermediário da tabela. As duas equipes terão pela frente clássicos regionais na próxima rodada. No domingo, enquanto o Flamengo enfrenta o Vasco, o time mineiro terá pela frente o Atlético. Luxemburgo surpreendeu ao escalar Mota no ataque, apostando num suposto melhor momento do cearense em relação ao concorrente Márcio. Extremamente cauteloso, o time rubro-negro passou quase todo o primeiro tempo acuado em seu campo sofrendo pressão da equipe da casa. Apesar disso, foi o Flamengo que esteve mais perto de marcar, aos 24 minutos, quando o atacante Edílson aproveitou uma indefinição do zagueiro Cris e acertou a trave do goleiro Gomes. "No segundo tempo vai sobrar outra e eu vou fazer o gol", tentava demonstrar confiança o Capetinha no intervalo da partida. Mas o Cruzeiro voltou ainda com mais disposição e abriu o marcador logo no início da etapa final. Aos quatro minutos, o meia Alex cobrou falta e o zagueiro Edu Dracena, na área adversária, concluiu, fazendo 1 a 0. O Cruzeiro perdeu sua dupla de ataque. Aristizábal e Mota deixaram o campo sentindo lesões e foram substituídos por Márcio e Alex Alves. O ex-artilheiro da Portuguesa entrou bem na partida e marcou o segundo gol cruzeirense, ao completar de cabeça, no canto direito do goleiro Diego, um cruzamento do armador Zinho, aos 36 minutos. Apática, a equipe do técnico Oswaldo Oliveira não teve forças para reagir.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.