Divulgação/Vipcomm.com.br
Divulgação/Vipcomm.com.br

Cruzeiro bate o Vitória e se reabilita no Campeonato Brasileiro

Atacante Kléber fez os gols do triunfo por 2 a 0, no Mineirão; time assume a vice-liderança da competição

IVANA MOREIRA, Agencia Estado

23 de maio de 2009 | 20h54

O Cruzeiro venceu o Vitória por 2 a 0, neste sábado à noite, no Mineirão, se reabilitou da derrota sofrida no último domingo, diante do Náutico, e assumiu provisoriamente a vice-liderança do Campeonato Brasileiro, com 6 pontos, à frente justamente do time baiano, que tinha 100% e aproveitamento, mas perde no saldo de gols, 2 a 1.

Veja também:

especial Visite o canal especial do Brasileirão

especial Jogue o Desafio dos Craques

tabela Brasileirão Série A - Classificação e Calendário

especial Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão

A partida começou num ritmo lento, com o primeiro lance de perigo acontecendo somente aos 15 minutos do primeiro tempo, num escanteio a favor do Cruzeiro, que aos poucos passou a pressionar. Depois de boa oportunidade perdida por Jonathan, o time da casa abriu o placar aos 23 minutos: Thiago Ribeiro lançou do meio-de-campo para Kléber, que passou por trás da defesa do Vitória e tocou na saída do goleiro Viáfara.

Não demorou muito para o Cruzeiro ampliar, aos 27 minutos, novamente com Kléber. Athirson fez boa jogada pela esquerda e tocou para o atacante, que dominou e tocou com classe no canto do goleiro do Vitória. O primeiro chute a gol do time baiano só aconteceu somente aos 30 minutos, num lance que o goleiro Fábio apenas observou Bosco bater para fora.

Na etapa complementar, o Cruzeiro começou o jogo tentando ampliar e teve três oportunidades seguidas em lances de Fabrício, com uma bola na trave, e logo depois com dois escanteios seguidos antes dos 10 minutos. Até os 30 minutos do segundo tempo, o destaque foi o goleiro colombiano do Vitória, que fez boas defesas em lances de Kléber, Ramires, duas vezes, e Jonathan.

Nos minutos finais, o técnico do Vitória, Paulo César Carpegiani, mexeu na equipe para tentar ao menos reduzir a diferença, sem sucesso, enquanto o Cruzeiro se preservou para o jogo de quarta-feira, contra o São Paulo, também no Mineirão, pelas quartas de final da Libertadores.

Ficha técnica:

Cruzeiro 2 x 0 Vitória

Cruzeiro - Fábio; Jonathan, Anderson, Thiago Heleno e Gerson Magrão (Bernardo); Fabrício, Henrique, Ramires e Athirson (Marquinhos Paraná); Thiago Ribeiro (Zé Carlos) e Kléber. Técnico: Adilson Batista.

Vitória - Viáfara; Bosco, Wallace, Victor Ramos e Robson; Uelliton, Vanderson, Bida (Willian) e Carlos Alberto; Ramon (Adriano) e Neto Baiano (Roger). Técnico: Paulo César Carpegiani.

Gols - Kléber, aos 23 e aos 27 minutos do primeiro tempo.

Cartão amarelo - Fabrício (Cruzeiro).

Árbitro - Heber Roberto Lopes (PR).

Renda - R$ 153.200,00.

Público - 7.344 pagantes.

Local - Estádio do Mineirão, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.