Fernando Vergara/AP
Fernando Vergara/AP

Cruzeiro bate Once Caldas fora e fica perto das quartas na Libertadores

Com a vitória, equipe mineira joga por um empate em casa, na Arena do Jacaré

AE, Agência Estado

28 de abril de 2011 | 00h04

MANIZALES - O Cruzeiro derrotou o Once Caldas por 2 a 1, na noite desta quarta-feira, em Manizales, na Colômbia, e ficou muito perto da vaga nas quartas de final da Libertadores. Agora, o time mineiro pode empatar no jogo de volta, na próxima quarta, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas (MG), para avançar.

Mesmo na altitude da cidade colombiana de Manizales, que fica a 2.153 metros acima de nível do mar, o Cruzeiro conseguiu manter sua invencibilidade nesta edição da Libertadores - teve a melhor campanha da fase de grupos, com cinco vitórias e um empate. E ficou em situação confortável no duelo das oitavas de final.

Sem poder contar com o atacante Thiago Ribeiro, contundido, o técnico Cuca promoveu nesta quarta-feira a estreia de Brandão, reforço que veio recentemente do Olympique de Marselha, da França. Ele formou dupla de ataque com Wallyson e participou das principais jogadas do Cruzeiro, mas não conseguiu fazer o gol.

Outro titular que desfalcou o Cruzeiro foi o lateral-direito Pablo, também contundido. Para essa vaga, porém, Cuca optou pela entrada do volante Leandro Guerreiro, o que reforçou a marcação. Assim, o time mineiro teve uma formação mais segura na defesa, sem perder a força ofensiva que tem mostrado neste ano.

No primeiro tempo, a melhor chance de gol foi do Once Caldas. Aos 10 minutos, o atacante Moreno arriscou um chute de fora da área e acertou o travessão do goleiro Fábio. Do outro lado, o Cruzeiro até que encontrou espaço no campo de ataque, mas faltou concluir melhor as jogadas. Assim, o placar ficou mesmo no 0 a 0.

Para o segundo tempo, Cuca mexeu no ataque do Cruzeiro para tentar aproveitar melhor os espaços na defesa do Once Caldas. Assim, Roger deu lugar para Everton e Brandão saiu para a entrada de Ortigoza. Com essas mudanças, o time mineiro teve forças para fazer os gols e conquistar a vitória na altitude de Manizales.

O primeiro gol saiu aos 27 minutos. No lance, o atacante paraguaio Ortigoza recebeu passe do meia argentino Montillo e foi até a linha de fundo para cruzar com precisão para o meio da área. Aí, o também atacante Wallyson, que estava sozinho, não precisou nem pular para cabecear e marcar para o time mineiro.

O Once Caldas ainda tentou reagir, desperdiçando boa chance com Moreno. Mas foi o Cruzeiro quem marcou novamente. Aos 38 minutos, Ortigoza foi lançado e tocou na saída do goleiro adversário, fazendo 2 a 0. Depois, já aos 43, o time colombiano ainda descontou com Núñez, mas não evitou a vitória cruzeirense.

ONCE CALDAS - 1 - Martínez; Calle (Payoi), Amaya, Alexis Henríquez e Luis Núñez; Henao (González), Mirabaje (Micolta), Mejía e Carbonero; Rentería e Dayro Moreno. Técnico: Juan Carlos Osorio.

CRUZEIRO - 2 - Fábio; Marquinhos Paraná, Gil, Victorino e Gilberto (Vitor); Leandro Guerreiro, Henrique, Roger (Everton) e Montillo; Wallyson e Brandão (Ortigoza). Técnico: Cuca.

Gol - Wallyson, aos 27, Ortigoza, aos 38, e Núñez, aos 43 minutos do segundo tempo. Árbitro - Victor Hugo Carrillo (Fifa/Peru). Cartão amarelo - Mirabaje, Mejía, Carbonero, Gilberto, Henrique e Montillo. Local - Estádio Palogrande, em Manizales (Colômbia).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.