Divulgação
Divulgação

Cruzeiro bate Vitória e abre sete pontos na liderança do Brasileiro

Vitória por 1 a 0 vem com gol de cabeça do zagueiro Dedé, aos 36 minutos da segunda etapa; mineiros têm 59 pontos agora

HELIANA FRAZÃO, Estadão Conteúdo

19 de outubro de 2014 | 20h58

A superioridade do Cruzeiro prevaleceu e o time mineiro venceu por 1 a 0 o Vitória, na noite desse domingo, no Barradão, em Salvador, em partida válida pela 29.ª rodada do Brasileirão. O resultado foi garantido por Dedé, que vinha de atuações ruins e estava com o lugar no time titular arriscado. A vitória reabilitou o Cruzeiro, que perdera seus últimos três jogos, contando também um pela Copa do Brasil.

Como o Inter perdeu do Corinthians na rodada, o Cruzeiro ampliou sua folga na liderança. Com 59, agora tem sete a mais que o agora vice-líder São Paulo, faltando nove rodadas para o fim da competição.

Durante todo o primeiro tempo, o Cruzeiro se mostrou mais objetivo em campo, com maior volume de jogo, pressionando o time da casa, mas sem conseguir finalizar. Já o Vitória, se mostrava sem alternativas de gol, acuado no gramado.

A partida ficou ainda mais movimentada na segunda etapa, com um número maior de situações de perigo de um lado e do outro. Um exemplo foi a jogada de Egídio, que, aos 10 minutos, avançou pela esquerda e passou para Alisson, que chutou forte. Wilson fez grande defesa.

No decorrer da partida, o Vitória melhorou, saindo da posição de defesa para o ataque. Um desses momento ocorreu aos 18 minutos, quando Dinei invadiu a área pela esquerda, cortou para o meio e chutou para boa defesa de Fábio.

O Cruzeiro chegou a marcar aos 25 minutos, mas o gol foi anulado pelo árbitro, que assinalou corretamente falta de Manoel em Wilson. O gol que valeu saiu aos 36 minutos, com Dedé, após cruzamento de Mayke.

FICHA TÉCNICA:

VITÓRIA 0 X 1 CRUZEIRO

VITÓRIA - Wilson; Nino, Roger Carvalho, Kadu e Juan (Mansur); Luiz Gustavo (William Henrique), Richarlyson, Aguiar (Marcus Júnior) e Marcinho; Edno e Dinei. Técnico: Ney Franco.

CRUZEIRO - Fábio; Mayke, Manoel, Dedé e Egídio; Lucas Silva (Willian Farias), Henrique, Marquinhos, Éverton Ribeiro (Eurico) e Alisson (Willian); Marcelo Moreno. Técnico: Marcelo Oliveira.

GOL - Dedé, aos 36 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Raphael Claus (SP).

CARTÕES AMARELOS - Luiz Gustavo, Marcinho e Nino (Vitória); Lucas Silva, Manoel (Cruzeiro).

RENDA - R$ 176.436.

PÚBLICO - 18.366 pagantes.

LOCAL - Estádio do Barradão, em Salvador (BA).

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroVitóriaBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.