Cruzeiro busca 1ª vitória na Mercosul

O Cruzeiro tenta manter-se vivo na Copa Mercosul nesta terça-feira à noite, contra o Independiente, no Mineirão. Último colocado do Grupo C da competição, com apenas um ponto em três jogos - contra 9 pontos do líder Corinthians -, o time mineiro também busca manter uma recuperação de maus resultados iniciada com a goleada de 4 a 1 sobre o Santa Cruz, sábado, em Belo Horizonte, pelo Campeonato Brasileiro - placar que afastou a equipe a uma distância um pouco mais segura da zona da rebaixamento. O técnico Ivo Wortmann pretende praticamente repetir a equipe que bateu os pernambucanos, com três atacantes - a única mudança deve ser a volta do centroavante Oséas, recuperado de contusão, no lugar de Adriano Chuva. Para o treinador, o grupo apresentou uma significativa melhora no fim de semana, sobretudo em termos de entrosamento, e a tendência é que isso prossiga contra o Independiente, que venceu os mineiros por 2 a 0, logo na estréia do sul-americano. "Tenho dito aos atletas que a partir de agora temos que encarar todos os compromissos como uma final de Copa do Mundo, tanto no Brasileiro quanto na Mercosul", disse. "Só assim poderemos adquirir o equilíbrio que tanto desejamos", completou. O lateral argentino Sorín, que contundiu-se nos treinos com a seleção de seu país, semana passada, nos preparativos para enfrentar o Brasil, deve ficar afastado até o fim do mês. O garoto Alex Santos volta a substituí-lo. Já o meia Alex, proibido de atuar no clube por decisão judicial em benefício do Parma, dono do passe, não joga mesmo que seu advogado, Mafuz Abraão, consiga sua liberação - o que era esperado ansiosamente pelos dirigentes mineiros atéo final da tarde desta segunda-feira. É que Alex não foi inscrito pelo Cruzeiro na primeira fase da Mercosul.O Cruzeiro deve jogar com: André; Maicon, Luisão, Cris, Alex Santos; Rincón, Ricardinho, Jorge Wagner, Leonardo (Adriano Chuva); Edmundo, Oséas. O time do Independiente deve começar a partida com: Ariel Rocha; Javier Páez, Matías Marchesini, Mariano Pernía e Juan Carlos Ramírez; Ariel Montenegro, Diego Forlán, Diego Galván e Andrés Silvera; Walter Bustos e Pablo Guiñazú. A partida, que será dirigida pelo paraguaio Carlos Torres, vai começar às 21h10.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.