Cruzeiro busca o tri na Libertadores

O Cruzeiro inicia nesta terça-feira à noite, em Lima (Peru), a corrida pelo terceiro título da equipe na Taça Libertadores da América, contra o Sporting Cristal. A equipe venceu nos anos de 76 e 97. O time do técnico Luiz Felipe Scolari chegou à capital peruana embalado pela vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-MG, sábado, no Mineirão, resultado que o classificou à final da Copa Sul-Minas, contra o Coritiba. Satisfeito com o rendimento do grupo no clássico, Scolari deve repetir praticamente a mesma formação do fim de semana."Mostramos um espírito de luta muito bom em campo e o ideal será manter essa mesma motivação, daqui para a frente, não importando a competição", disse o treinador. A única modificação no time deve ser a saída do meia Ricardinho, que sequer viajou com a delegação, por ter reclamado de dores musculares, para a entrada de Marcos Paulo, na intermediária.Outra alternativa seria a ida de Cléber Monteiro, que atuou como lateral contra o Atlético, para a intermediária, o que significaria a volta de Maicon à ala ou mesmo a estréia de Luisinho Netto, ex-Atlético-PR. O adversário dos cruzeirenses é o mesmo com o qual o time disputou e conquistou sua última Libertadores da América, em 1997.Desta vez, porém, o Sporting Cristal não vem bem na competição e acumula duas derrotas por 1 a 0 em dois jogos já disputados - contra Emelec e Olimpia. Pensando na situação da chave, Scolari advertiu seus atletas que uma derrota está fora de cogitação. "Na pior das hipóteses, podemos empatar, porque se perdermos estaremos apenas dando pontos ao Emelec e ao Olimpia, que lideram o grupo com quatro pontos", explicou. Depois da partida no Peru, o Cruzeiro retorna a Belo Horizonte e já arruma as malas para ir à capital paranaense, onde inicia a disputa da Sul-Minas sábado, contra o Coritiba.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.