Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Cruzeiro busca vitória contra o lanterna Oeste para minimizar a crise

Dedé e Jadson Silva entraram na justiça contra o clube; Felipão ameaça sair por promessas não cumpridas

Redação, Estadão Conteúdo

13 de janeiro de 2021 | 09h54

Com chances remotas de acesso na Série B do Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro se viu em um turbilhão de problemas no início da semana do confronto diante do lanterna Oeste. Até mesmo por isso, uma vitória é essencial nesta quarta-feira, às 21h30, no Independência, em Belo Horizonte, pela 34.ª rodada, para minimizar o cenário de crise, agravada pela decisão dos atletas de não se concentrarem para o duelo em função dos atrasos salariais.

Além disso, o zagueiro Dedé e o volante Jadsom Silva entraram na Justiça contra o clube, enquanto o atacante Arthur Caíke foi negociado com o Kashima Antlers. Já o técnico Felipão cogita deixar o clube por conta de promessas não cumpridas, como salário em dia aos jogadores.

Sem perder há dois jogos e vindo de vitória sobre o Sampaio Corrêa (1 a 0), o time celeste está com 44 pontos. O Oeste, enquanto isso, foi derrotado pelo Operário-PR, por 2 a 0, no compromisso anterior, e parou nos 23. O lanterna poderá ser rebaixado ainda nesta rodada.

No Cruzeiro, Felipão fará algumas alterações. O meia Giovanni e o atacante William Pottker foram expulsos na rodada passada. Filipe Machado deverá ganhar uma chance no meio-campo, podendo atuar mais adiantado. Jadson também ganha espaço com o garoto Claudinho de olho em uma chance.

"Precisamos da vitória, como em todos os outros jogos. Entrar focado, ligado, como fizemos no último jogo, para conseguir mais três pontos. Trabalhar para colocar o Cruzeiro no lugar onde merece", comentou Machado.

Arthur Caíke, que poderia assumir a vaga de Pottker, não joga mais pelo clube. Assim, Felipão deve optar por Airton, embora o veterano Marcelo Moreno também tenha chances. Welinton e Stênio correm por fora. Na defesa, Manoel volta de suspensão e assume o lugar de Cacá.

No Oeste, o técnico Roberto Cavalo terá força máxima. Raí Ramos seguirá na lateral direita por causa da lesão de Matheus Rocha. Já Betinho e Bruno Lopes voltam de suspensão. "Sabemos que a situação é delicada, mas esse grupo cresceu muito nas últimas rodadas. Confio em meus jogadores e sei que podemos fazer um grande jogo em Belo Horizonte", disse o treinador do clube paulista.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.