Cruzeiro cede empate para o Ituiutaba pelo Mineiro

Equipe cruzeirense chega a abrir 4 a 1, mas desdenha do adversário e quase perde o jogo

Eduardo Kattah, O Estado de S. Paulo

12 de abril de 2008 | 18h38

Num jogo de muitos gols e dois tempos distintos, Ituiutaba e Cruzeiro empataram neste sábado por 4 a 4, no Mineirão, pela partida de ida das semifinais do Campeonato Mineiro. O time da capital chegou a vencer a partida por 4 a 1, mas foi surpreendido com a reação da equipe do Pontal do Triângulo Mineiro. O jogo decisivo será no próximo dia 20, também no Mineirão. Como terminou a fase classificatória na liderança, o Cruzeiro se classifica para a final com mais um empate.Mesmo na condição de visitante, o time do técnico Adilson Batista jogou em casa a partida de ida da semifinal porque estádio da Fazendinha não tem capacidade para receber um público mínimo de 10 mil espectadores, como prevê o regulamento do campeonato. O Ituiutaba optou por transferir o jogo para o Mineirão alegando vantagem financeira.Em seus domínios, o time celeste foi soberano no primeiro tempo. Aos oito minutos, o volante Ramires abriu o marcador. Aos 17, o zagueiro Amarildo, da equipe do interior, fez contra após boa jogada do lateral-esquerdo Jadílson. Na volta do intervalo, porém, a situação mudou completamente e o Ituiutaba adotou uma nova postura e decidiu encarar a equipe celeste. Aos dois minutos, Pachola aproveitou uma falha na saída de bola cruzeirense e diminuiu. Ituiutaba4Daniel; Olívio, Amarildo     (Rodrigo Hote), Welton Felipe     e Baroni    ; Clayton Arrabal, Kiko    , Verona (Mauricio) e Pachola    ; Moreno e Diego Mineiro (Felipe    )Técnico: Nedo Xavier Cruzeiro4Fabio; Jonathan (Elicarlos), Henrique    , Espinoza e Jadílson (Thiago Martinelli); Marquinhos Paraná, Charles, Ramires e Wagner    ; Guilherme (Apodi) e Marcelo MorenoTécnico: Adílson BatistaGols: Ramires, aos oito, e Amarildo (contra) aos 17 minutos do primeiro tempo; Pachola, aos dois; Marcelo Moreno, aos 11; Guilherme, aos 12; Moreno, aos 19; Pachola, aos 34, e Rodrigo, aos 35 minutos do segundo tempoÁrbitro: Ricardo Marques RibeiroRenda: R$ 230.685,00Público: 17.816 pagantesEstádio: Mineirão, em Belo HorizonteA disposição do Ituiutaba ficou demonstrada quando o atacante celeste Marcelo Moreno precisou cobrar três vezes o pênalti para fazer 3 a 1, aos 11 minutos. O goleiro Daniel defendeu as duas primeiras cobranças, mas se adiantou e o árbitro Ricardo Marques Ribeiro mandou voltar. Na seqüência, aos 12 minutos, Jadílson recuperou a bola e tocou para o atacante Guilherme, que da intermediária marcou um belo gol, encobrindo o goleiro.A impressão de goleada, porém, durou até os 19 minutos, quando o lateral Barone cruzou e o atacante Moreno completou para as redes, marcando o segundo e iniciando a reação do Ituiutaba. O Cruzeiro continuou relaxado e Pachola fez mais um, aos 34. O gol abateu os jogadores celestes. Na saída de bola, aos 35 minutos, Rodrigo Hote chutou forte e fez o gol de empate: 4 a 4.O treinador Adilson Batista foi hostilizado pela torcida celeste, que vaiou o time ao final do jogo. "A maior responsabilidade é minha", admitiu Adilson. O zagueiro Espinoza, foi direto e disse que "faltou respeito" do Cruzeiro ao adversário. "A gente é respeitou a equipe deles demais no primeiro tempo. No próximo jogo vamos entrar mais forte", rebateu o goleiro Daniel.

Tudo o que sabemos sobre:
Campeonato MineiroCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.