Cruzeiro confia em si e nos números

Com um meio-de-campo reforçado e confiando no retrospecto positivo na história do confronto, o Cruzeiro inicia nesta quarta a luta por uma vaga na Copa Libertadores 2003, enfrentando o Paysandu, às 21h40, no estádio Mangueirão, em Belém (PA), pela primeira partida da decisão da Copa dos Campeões. Embora o técnico Marco Aurélio só divulgue oficialmente o time no vestiário, momentos antes do jogo, a escalação está praticamente definida.O treinador deverá manter a formação que venceu o Flamengo, com exceção do volante Ricardinho, que volta ao time depois de cumprir suspensão automática contra o Rubro-Negro carioca. Ele deve entrar no lugar do meia Jorge Wagner. A expectativa é que Augusto Recife e Vander permaneçam no time, o que revela uma disposição mais cautelosa do comandante celeste. O grupo realizou nesta terça-feira à tarde um treino recreativo no campo da Assembléia, um clube da capital paraense, e se concentrou para a partida. Os jogadores demonstraram bastante descontração durante as atividades. Se depender das estatísticas, a torcida do Cruzeiro pode ficar confiante. Das seis partidas que as duas equipes fizeram até o momento, o clube mineiro venceu cinco. O time do Pará conquistou apenas uma vitória e a maior parte dos triunfos cruzeirenses foram conquistados justamente na casa do adversário. Jogando em Belém, o Cruzeiro conquistou três vitórias e sofreu uma derrota. Os confrontos foram pelo Campeonato Brasileiro e pela Copa do Brasil. As informações foram fornecidas pela assessoria de imprensa do clube mineiro.Marketing - De olho na "neutra" torcida cearense, o Cruzeiro vai realizar um trabalho de marketing em Fortaleza (CE), visando a segunda partida da decisão, no próximo domingo. Serão distribuídas 20 mil bandeiras na cidade, além de diversos brindes.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.