Cruzeiro confirma interesse por Grafite

O presidente do Cruzeiro, Alvimar de Oliveira Costa, confirmou hoje que o atacante Grafite, um dos destaques do Goiás no Campeonato Brasileiro, está na mira do clube mineiro. O dirigente revelou que foi apresentada uma proposta ao procurador do atleta, Gustavo Feijó. "Ele ainda não bateu o martelo, há uma diferença entre o que o Cruzeiro propôs e o que ele pediu, e devemos ter uma definição na segunda ou terça-feira próximas", afirmou Alvimar. Segundo ele, Feijó informou à diretoria celeste que conseguiu os seus direitos econômicos e federativos após acionar o Grêmio na Justiça Trabalhista. Por isso, as negociações estão sendo feitas diretamente com o jogador. "Ele estava no Goiás em caráter temporário. A informação que nós tivemos é que ele ganhou o passe na Justiça. Seu procurador disse que ele é um jogador 100% liberado", destacou Alvimar. "Há uma grande possibilidade de o Grafite vestir a camisa do Cruzeiro no ano que vem". Porém, de acordo com seu procurador, o atacante é pretendido também por Corinthians e Santos. Grafite, de 24 anos, que já marcou 12 gols em 16 jogos no Brasileirão, é mais uma indicação do técnico Vanderlei Luxemburgo. Na semana passada, o Cruzeiro acertou a transferência do atacante Lima, do Coritiba, para a Toca da Raposa. O jogador vem atuando como um meia ofensivo, mas Luxemburgo já adiantou que quer vê-lo atuando na frente. Mota - Os reforços para o ataque devem levar à saída de alguns atuais jogadores da posição. É o caso do cearense Mota. O presidente do Cruzeiro fez questão de deixar claro que está pessimista quanto à permanência do atacante na próxima temporada. "Estou sentindo que de repente o Mota não vai ficar no Cruzeiro. Nós estamos tendo uma dificuldade de contato com os seus empresários. Ele tem me parece propostas da Coréia ou da Rússia", afirmou o dirigente. "É público e notório que qualquer clube do futebol europeu e do futebol asiático tem condição hoje de tirar qualquer jogador do futebol brasileiro". O contrato de empréstimo de Mota com o Cruzeiro termina no dia 31. Seus direitos federativos e 60% dos direitos econômicos foram fixados em R$ 1 milhão. Palácio - Os jogadores, dirigentes e a comissão técnica do Cruzeiro mudaram a rotina na manhã de hoje e foram recebidos pelo governador de Minas, Aécio Neves (PSDB), para uma homenagem pela conquista do título inédito de campeão brasileiro, em solenidade no Palácio da Liberdade. À noite, eles receberiam uma outra homenagem da Assembléia Legislativa do Estado.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.