Marina Bazo/Reuters
Marina Bazo/Reuters

Cruzeiro já dá como certa contratação de santista Robinho

Clube mineiro só teme concorrência da Europa por atacante

O Estado de S. Paulo

28 de junho de 2015 | 17h22

Com o fim da Copa América, o Cruzeiro parte com tudo para cima do santista Robinho, que não tem sua vida acertada com o time da Vila. E está confiante na possibilidade de bater o martelo. O atacante é um pedido do técnico Vanderlei Luxemburgo. O gerente de futebol do time mineiro, Valdir Barbosa, admitiu que a oferta é imbátível para os padrões brasileiros. O Cruzeiro enfrentou o Coritiba neste fim de semana.

O Cruzeiro dá como certa a contratação. E só teme ofertas do dutebol da Europa, o que dificilmente deve ocorrer, principalmente pelo fracasso do Brasil na Copa América. Quem também está na cola de Robinho é o time de Felipão na China. O ex-treinador da seleção na Copa do Mundo também quer o atacante no Guangzhou Evergrande.

"A gente sabe que o Robinho, por exemplo, tem uma proposta do futebol chinês, especificamente do clube onde está o Luiz Felipe Scolari. Então, se os chineses aparecem de forma oficial vai ficar difícil. Essa semana vai ter uma definição. Temos interesse e estamos aguardando os desfechos de propostas que foram feitas. Eu acho que, para o Brasil, aquilo que oferecemos é imbatível. Agora, para fora do Brasil, não há como competir", disse o gerente do Cruzeiro à Rádio Globo.

O contrato de Robinho com o Santos acaba em julho. A diretoria do clube santista já fez sua proposta e não tem dinheiro para subir a oferta. Ao Estado, o presidente Modesto Roma Júnior disse que a decisão está nas mãos do jogador. Robinho recebe R$ 500 mil mensais na Vila, enquanto na Itália ele tinha salário de cerca de R$ 1 milhão no Milan. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.