Cruzeiro defende liderança no Mineirão

Embalado por seis vitórias consecutivas no Campeonato Brasileiro, o Cruzeiro inicia amanhã, às 21h40, diante do Flamengo, uma seqüência de três jogos no Mineirão, onde está invicto há quase um ano. No próximo domingo a equipe celeste faz o clássico com o Atlético-MG e, no dia 19, recebe o Juventude. Líder isolado da competição, com 70 pontos, oito a mais que o Santos, segundo colocado, o time do técnico Vanderlei Luxemburgo encara o rubro-negro carioca com o reforço do meia Alex, que cumpriu suspensão na última rodada. A vitória por 3 a 1 sobre o Criciúma, em Santa Catarina, no domingo passado, levou o treinador celeste a reunir o grupo e fazer um alerta para que a euforia do torcedor não contamine os jogadores em campo. Apesar da campanha irregular e do momento ruim no Brasileiro - ocupa a 12ª posição, com 45 pontos, e vem de uma derrota por 3 a 0 para o Paraná, no Maracanã -, Luxemburgo pediu respeito ao time carioca. "Flamengo é Flamengo em qualquer circunstância", disse. A equipe mineira entrará em campo, provavelmente, com três titulares "pendurados" com dois cartões amarelos - o zagueiro Cris, o volante Maldonado e o meia Zinho, caso seja mantido no time - e ameaçados de ficarem de fora do clássico contra o Atlético. O técnico já ressaltou, no entanto, que não quer ver ninguém se poupando na partida. "O importante agora é vencer o Flamengo. Se eu ficar de fora no clássico vai ter alguém para me substituir à altura", concordou o chileno Maldonado. Embora tenha conquistado a Copa do Brasil deste ano em cima do Flamengo, o Cruzeiro tem uma lembrança amarga do confronto com o rubro-negro válido pelo primeiro turno do campeonato. No jogo realizado no Rio de Janeiro, os mineiros foram derrotados por 3 a 0. Luxemburgo não havia definido quem sairia do time para que Alex reassuma a camisa 10. O meia deverá entrar na vaga de Zinho ou Wendell.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.