Cruzeiro derruba o Santos por 3 a 2

O Santos perdeu do Cruzeiro por 3 a 2, neste domingo à noite, no Mineirão, acumulando duas derrotas seguidas e aumentando a crise na Vila Belmiro. O primeiro tempo foi vencido pelo time de Gallo, por 2 a 1. Seu próximo jogo será contra a líder Ponte Preta, quarta à noite, na Vila Belmiro.Com três gols, chances desperdiçadas e poucas faltas, o primeiro tempo honrou a tradição dos grandes clássicos dos anos 60 entre os dois últimos campeões brasileiros. Gallo optou pela velocidade do veterano Basílio, que começou o jogo voando e não tomando conhecimento do marcador Patrick. Quando Hallison fez 1 a 0, aos 23 minutos - a jogada foi trabalhada pela direita por Giovanni, que chutou cruzado -, aproveitando rebote de Fábio, o Santos já havia perdido pelo menos duas boas oportunidades para abrir o marcador.O jogo era aberto e embora com dupla marcação, Fred mostrou que é um atacante especial, ao mergulhar e, de cabeça, mandar a bola para as redes, fazendo 1 a 1.Bem melhor de que na quarta-feira, quando perdeu do Vasco, na Vila Belmiro, o Santos desempatou aos 33 do primeiro tempo, numa cobrança perfeita de falta de Ricardinho.Mas o segundo tempo foi inteiramente do Cruzeiro, que melhorou a marcação no meio-de-campo e o poder ofensivo. Aos 5 minutos, Kelly empatou a partida outra vez: 2 a 2. Logo em seguida, Kerlon, que entrou no lugar de Wagner, incendiou o jogo com lances de habilidade e velocidade.E o gol da vitória veio aos 14 minutos, com Adriano. Gallo arriscou e trocou Diego por Geílson e Carlinhos por Élton, mas o Cruzeiro sempre esteve mais perto do quarto gol do que o Santos de um novo empate. Com a derrota, o técnico Gallo volta a correr o risco de cair.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.