Cruzeiro deve ter apoio de 50 mil

O Cruzeiro entra em campo nesta quarta-feira, contra o Botafogo, no Mineirão, às 16 horas, disposto a reconquistar os três pontos perdidos com a anulação da partida que havia vencido por 4 a 1, pelo Campeonato Brasileiro, no dia 10 de agosto. Este jogo é um dos 11 anulados pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), apitados pelo árbitro Edílson Pereira de Carvalho, que confessou a manipulação de resultados. O time mineiro contará com um grande apoio nas arquibancadas. Todos os 50.597 bilhetes colocados gratuitamente à disposição dos torcedores foram distribuídos até o início da tarde desta terça-feira, o que deverá representar o maior público do Brasileirão até o momento. O recorde de 46.335 pagantes foi alcançado no clássico entre São Paulo e Corinthians, dia 7 de setembro. Mas a partida também foi anulada pelo STJD. Assim, o maior público pagante é do jogo entre Fortaleza e Flamengo, pela 18.ª rodada, com 45.769 espectadores.Embalado pela goleada por 4 a 0 sobre o Figueirense, na última rodada, o Cruzeiro espera manter a ascensão na competição. A equipe do técnico Paulo César Gusmão soma 41 pontos. Para a partida, o treinador irá repetir a mesma formação que iniciou a partida contra o Figueirense. Argel agradou e foi mantido na zaga. Seu companheiro, Moisés, foi julgado nesta terça pelo STJD e absolvido, ganhando condições de atuar.

Agencia Estado,

11 de outubro de 2005 | 18h25

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.