Pedro Vilela/Reuters - 03/02/2010
Pedro Vilela/Reuters - 03/02/2010

Cruzeiro duela com Vélez pela liderança da chave

Equipe de Adílson Batista quer ficar mais próxima de uma vaga nas oitavas diante dos argentinos, no Mineirão

Eduardo Kattah, Agência Estado

31 de março de 2010 | 08h32

Pela primeira vez desde a decepção pela perda do título da Libertadores de 2009, contra o Estudiantes, em julho do ano passado, o Cruzeiro volta a encarar um time argentino no Mineirão. Não se trata de uma final, mas a partida contra o Vélez Sarsfield, nesta quarta-feira, às 19h30, pela quinta e penúltima rodada do Grupo 7, é também considerada decisiva. Em caso de vitória por qualquer placar, o time mineiro ultrapassa o rival e assume a liderança da chave, dando um passo significativo para garantir vaga nas oitavas de final.

O Vélez soma 10 pontos, três a mais do que o Cruzeiro, que encerra sua participação nesta fase da Libertadores com um jogo em Santiago, diante do Colo Colo, dono da terceira posição, com quatro pontos. Por isso mesmo, o duelo desta quarta-feira, no Mineirão, é decisivo para a classificação cruzeirense.

Para os jogadores do Cruzeiro, o momento é de mostrar que o time pode repetir a campanha de 2009. "Chegou o momento de a gente começar a jogar bem, começar a lutar igual ao ano passado, quando a gente teve aquele primeiro semestre maravilhoso", comentou o atacante Kléber, que deve retornar à equipe titular após cumprir suspensão.

A expectativa era em relação à possibilidade de Roger participar do jogo. O meia, que sofreu uma entorse no tornozelo esquerdo na vitória por 2 a 1 sobre o América-TO, no último dia 20 de março, pelo Campeonato Mineiro, voltou a treinar com bola na segunda-feira, mas o técnico Adilson Batista adiantou que dificilmente ele iniciaria jogando diante do Vélez. Com isso, a armação deve ficar sob a responsabilidade de Gilberto.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.