Jorge Adorno/Reuters
Jorge Adorno/Reuters

Cruzeiro e Chapecoense exaltam logística favorável na Libertadores

Dirigentes dos dois times comemoraram sorteio realizado na sede na Conmebol

Estadão Conteúdo

21 de dezembro de 2017 | 11h42

Cruzeiro e Chapecoense saíram satisfeitos do sorteio da Copa Libertadores, na noite desta quarta-feira, no Paraguai. Dirigentes dos dois times comemoraram a logística favorável nos primeiros confrontos da competição, tanto na fase de grupos, caso do Cruzeiro, quanto na preliminar, onde a equipe catarinense fará a sua estreia.

 

+ Galiotte valoriza 'clássico' com o Boca: 'Vai ser duro para eles também' + Vice do Santos diz que prioridade do clube em 2018 será a Libertadores

"A logística nos ajudou", admitiu o presidente do Cruzeiro, Wagner Pires de Sá. "Vamos para cidades boas de se jogar... Às vezes temos que enfrentar times que precisamos pegar avião, depois outra condução e mais uma. Neste ponto, consideramos muito boa a composição da chave."

Cabeça de chave do Grupo 5, o Cruzeiro enfrentará a Universidad de Chile, o Racing, da Argentina, e um outro rival, ainda não definido, que sairá da fase preliminar. "Se diz que a gente só sabe se o grupo é bom depois que a gente joga e ganha. Então, nós esperamos ganhar os jogos. E, independentemente dos times que enfrentaremos, temos que ganhar porque queremos ser campeões."

Estreando na segunda fase preliminar, a Chapecoense também aprovou a logística tranquila em seu primeiro confronto, contra o Nacional, do Uruguai. "É um adversário de qualidade. Já tivemos a oportunidade de jogar contra eles. A proximidade é uma vantagem, claro, o que nos dá uma condição de logística boa. Só precisamos viajar até Montevidéu", comentou o presidente do clube, Plínio David de Nês.

Os duelos da fase preliminar terão início ainda em janeiro. Se avançar, a Chapecoense terá que superar mais um confronto de ida e volta em busca da vaga na fase de grupos. Caso tenha sucesso, o time catarinense entrará no Grupo 6, que tem Santos e Estudiantes, da Argentina.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.