Cruzeiro é o líder do Brasileirão com a menor pontuação em nove anos

Desde 2005, todos os times que estiveram na ponta após 16 jornadas somavam mais pontos que o time mineiro

DIEGO SALGADO, O Estado de S.Paulo

26 de agosto de 2013 | 09h20

SÃO PAULO - O Campeonato Brasileiro de 2013 é o mais equilibrado das últimas nove edições. Desde 2005, nunca um líder somou tão poucos pontos após 16 partidas disputadas. A posição, atualmente, é ocupada pelo Cruzeiro, que venceu a Ponte Preta por 2 a 0 no último sábado e atingiu 31 pontos, ultrapassando o Botafogo, que agora tem 29. A diferença de pontuação aumenta quando a comparação se restringe às últimas quatro temporadas. No ano passado, Atlético-MG, por exemplo, tinha 38 pontos conquistados em 16 jogos. Corinthians, em 2011, e Palmeiras, em 2009, marcaram 34 pontos em 48 possíveis. O Fluminense, há três anos, tinha 36. A diferença não é grande, mas é menor.

Nas edições anteriores, Grêmio (32 pontos, em 2008), São Paulo (33, em 2006) e Corinthians (34, em 2005) também superavam a campanha do líder Cruzeiro deste ano. O Botafogo, em 2007, obteve a mesma pontuação cruzeirense. Apenas o Palmeiras, em 2004, somou menos pontos: foram 30 em 16 jogos.

O mesmo ocorre na parte de baixo da tabela do Brasileirão. O Náutico, com oito pontos, é o pior lanterna da história dos pontos corridos desde sua adoção em 2003 - a essa altura do campeonato, portanto, em 14 jogos, já que a equipe pernambucana tem dois jogos a menos. O América-MG, em 2010, e o Paysandu, em 2003, somavam os mesmos oito pontos do rival do Recife.

Uma das explicações está ligada ao número de empates neste Brasileirão: são 51 resultados iguais em 157 partidas disputadas. Em 2012 e 2011, por exemplo, ocorrem 42 e 41, respectivamente, em 160 confrontos. A proporção deste ano, de 32,5% de jogos empatados, é a maior dos últimos 20 anos. Isso joga luz também sobre um cenário visto dentro das quatro linhas. As equipes se expõem pouco em busca das vitórias. Na derrota do Fluminense para o São Paulo, neste domingo, por exemplo, o técnico Luxemburgo criticou a postura defensiva de sua equipe.

LIDERANÇA

O campeonato deste ano já teve quatro líderes. O Botafogo ficou seis rodadas na primeira colocação. O Cruzeiro, cinco. Fecham a lista dos times que frequentaram a ponta da tabela o Coritiba, em três rodadas, e o São Paulo, com duas, bem no começo da competição. Os times, contudo, não conseguiram se manter no topo por mais de duas rodadas seguidas, o que também é inédito na história dos pontos corridos. Em 2004, sete equipes chegaram à liderança nas primeiras 16 rodadas. O Criciúma, então dirigido pelo técnico Gilson Kleina, porém, conseguiu ser líder por quatro rodadas consecutivas.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.