Cruzeiro e Paraná querem pontos do Goiás

O Cruzeiro e o Paraná entraram nesta quinta-feira com recurso no Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) para obter os pontos da partida contra o Goiás, pelo Campeonato Brasileiro. O clube mineiro alega que o jogador Grafite atuou em condição irregular no dia 23, quando o Cruzeiro perdeu o jogo por 1 a 0 e a liderança da competição para o Santos. A equipe paranaense também quer os pontos da derrota por 1 a 0 para os goianos, pelo mesmo motivo.O presidente do STJD, Luiz Zveiter, disse nesta quinta-feira que ainda está aguardando o envio dos documentos de transferência dos jogadores do Paysandu - Aldrovani, Júnior Amorim e Borges Neto - por parte da Confederação Brasileira de Futebol (CBF) para o tribunal decidir se suspende ou não o clube paraense. Há suspeita de irregularidades no registro desses atletas. Mas ele deu uma dica da atitude que o STJD deve tomar. "O Paysandu vai ter a surpresa que está querendo", contou Zveiter.O desembargador também referia-se ao Náutico, que utilizou um "laranja" para entrar na Justiça Comum e solicitar os pontos da partida com o Joinville, pela Série B do Brasileiro.Zveiter revelou que a partir do Campeonato Brasileiro de 2004 o STJD vai ser rigoroso quanto ao limite de pessoas que ficam ao redor do campo e que o tribunal pretende promover exames antidoping entre as competições nacionais. Ele também pretende coibir que treinadores suspensos ocupem lugares privilegiados nos estádios. "As pessoas punidas terão que pagar ingressos. Não será permitido que fiquem em áreas privativas como a tribuna e as cabines de rádio", disse.

Agencia Estado,

28 de agosto de 2003 | 19h58

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.