Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Cruzeiro empata com Vila Nova pela Série B em jogo interrompido por chuva

Equipe celeste chega a quatro jogos sem vencer e olha para o Z-4 com mais preocupação

Redação, Estadão Conteúdo

01 de novembro de 2021 | 22h12

O Campeonato Brasileiro da Série B entrou em sua reta final e nesta segunda-feira à noite apenas uma partida abriu as disputas da 33ª rodada. Em um duelo que ficou interrompido por 36 minutos por conta da forte chuva que caiu em Belo Horizonte (MG), Cruzeiro e Vila Nova ficaram no empate por 1 a 1, na Arena Independência.

Depois de ver o rival sair na frente com Clayton, os donos da casa empataram com Giovanni de pênalti, mas chegou a quatro jogos de jejum de vitórias na competição nacional.

Com o resultado, o Cruzeiro aparece na 14ª colocação com 40 pontos e está a cinco de distância da zona de rebaixamento, já que o Londrina - que é o primeiro time dentro do Z-4 - tem 35, mas pode ver essa gordura diminuir com a sequência da rodada. O Vila Nova vive uma situação um pouco melhor. Embalado por nove jogos sem derrota, é o décimo colocado com 43 pontos.

O primeiro tempo começou bastante conturbado, por conta da forte chuva que caia em Belo Horizonte. Tanto que depois de 12 minutos de bola rolando, o jogo foi interrompido por conta do gramado encharcado e só foi reiniciado apenas 36 minutos depois, quando a situação melhorou. Depois disso, ambos os times foram para cima e conseguiram balançar às redes, ambos de pênalti.

Aos 32 minutos, Alesson foi tentar dar um voleio e acabou recebendo um chute do adversário. Depois de analisar o lance no VAR, o árbitro marcou pênalti. Clayton foi para a cobrança e não desperdiçou, mandando a bola no canto oposto de Fábio.

Pouco depois, Welligton Nem invadiu a área e foi derrubado pelo zagueiro Rafael Donato. Na cobrança, Giovanni deslocou o goleiro Georgemy e deixou tudo igual para o Cruzeiro.

No segundo tempo, o Cruzeiro ditou o ritmo nos primeiros minutos e teve uma boa chance, aos 12. Welligton Nem recebeu com liberdade no canto direito, invadiu a área e chutou cruzado, mas Georgemy se esticou inteiro para fazer a defesa. O próprio atacante do time mineiro teve mais uma oportunidade aos 23. Ele pegou a sobra, mas acabou mandando por cima do gol.

A partir daí, o Vila Nova foi equilibrando o duelo. Aos 35, Arthur Rezende cobrou falta na área e Rafael Donato cabeceou bem, mas Fábio conseguiu fazer uma importante defesa. Em mais uma bola alçada na área, Rafael Silva também teve a sua chance, mas desta vez mandou para fora.

Os dois times voltam a campo no próximo final de semana para a 34ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Na sexta-feira, o Cruzeiro visita o Londrina, no Estádio do Café, às 21h30. No domingo, o Vila Nova recebe o Guarani, no OBA, em Goiânia (GO), às 18h15.

FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO 1 X 1 VILA NOVA

CRUZEIRO - Fábio; Rômulo (Flávio), Léo Santos, Eduardo Brock e Felipe Augusto; Lucas Ventura, Adriano (Norberto) e Giovanni (Marcinho); Thiago, Bruno José (Marcelo Moreno) e Welligton Nem (Keké). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

VILA NOVA - Georgemy; Moacir, Rafael Donato, Renato Silveira e Willian Formiga; Pedro Bambu (Tiago Real), Dudu e Arthur Rezende; Diego Tavares (Kelvin), Clayton (Rafael Silva) e Alesson. Técnico: Higo Magalhães.

GOLS - Clayton aos 31 e Giovanni aos 38 minutos do primeiro tempo.

ÁRBITRO - Dewson Fernando Freitas da Silva (PA).

CARTÕES AMARELOS - Adriano e Léo Santos (Cruzeiro) e Diego Tavares e Willian Formiga (Vila Nova).

PÚBLICO E RENDA - Não divulgados.

LOCAL - Arena Independência, em Belo Horizonte (MG).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.