Cruzeiro empata e completa seis jogos sem vencer

Time mineiro se mantém na terceira posição e continua na briga por uma vaga na Copa Libertadores

Ricardo Bandeira, do Estadão,

27 de outubro de 2007 | 21h03

O Cruzeiro mantém a má fase no Campeonato Brasileiro e não passou de um empate em 1 a 1, neste sábado, no Mineirão, contra o Atlético-PR. Foi a sexta partida seguida sem vitória do time mineiro, que chegou a ameaçar a liderança do São Paulo, e agora está em terceiro lugar, com 54 pontos, mas pode terminar a rodada na quarta colocação. Em trajetória ascendente, o Atlético-PR completou o quinto jogo sem derrota e subiu da 10.ª para a 8.ª posição, com 46 pontos. Veja também: Classificação Resultados / calendário O técnico cruzeirense, Dorival Júnior, atendeu a torcida e escalou o time com os jovens Kerlon e Guilherme, em busca da reabilitação no Brasileiro, mas o resultado foi decepcionante. O Cruzeiro jogou mal e pouco ameaçou o gol dos paranaenses.Cruzeiro1Fábio; Jonathan, Léo Fortunato, Thiago Heleno e Fernandinho (Maicosuel); Charles, Ramires, Leandro Domingues e Kerlon (Wagner); Guilherme e Alecsandro (Roni)Técnico: Dorival JúniorAtlético-PR1Viáfara; Rhodolfo, Antônio Carlos e Danilo (Alex Mineiro); Jancarlos, Valencia, Claiton (Alan Bahia), Netinho e Michel; Ferreira e Marcelo Ramos (Evandro)Técnico: Ney FrancoGols: Leandro Domingues, aos 40 do primeiro tempo. Ferreira, aos 35 minutos do segundo tempoÁrbitro: Paulo César de Oliveira (Fifa/SP)Renda: R$ 133.488,00Público: 24.636 pagantesEstádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)Mesmo assim, conseguiu abrir o placar aos 40 minutos do primeiro  tempo, com Leandro Domingues, após corta-luz de Guilherme. A reação paranaense veio aos 35 minutos da etapa final. O colombiano Ferreira aproveitou falha da defesa mineira e empatou a partida. Com o resultado, o Cruzeiro passou o Palmeiras na tabela, mas foi superado pelo Santos, que bateu o Goiás. Se o Palmeiras vencer o Vasco deste domingo, o time mineiro cai para o quarto lugar e vê sua classificação à Taça Libertadores ameaçada, já que uma vitória do Grêmio contra o Náutico coloca os gaúchos com o mesmo número de pontos (54). A diferença está no saldo de gols do Cruzeiro, muito superior ao do Grêmio (16 a 1).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.