Cruzeiro empata e perde liderança

O Cruzeiro quase perdeu sua invencibilidade de 28 jogos, neste sábado à tarde, em Campinas, quando contou com a sorte para empatar com o Guarani, por 1 a 1, no Estádio Brinco de Ouro. O empate só foi marcado, de pênalti, por Deivid, aos 42 minutos do segundo tempo. O resultado reabilitou o time campineiro, que vinha de duas derrotas seguidas e agora tem sete pontos, além de tirar os mineiros, com 14 pontos, da liderança do Campeonato Brasileiro. O novo líder é o Internacional, com 15 pontos. O jogo começou no vestiário, quando Pepe surpreendeu ao escalar o time no esquema 3-5-2 com o objetivo de segurar a dupla ofensiva do Cruzeiro, com Aristizábal e Deivid, além de neutralizar o meia Alex, que era a grande dúvida do jogo. O técnico Vanderlei Luxemburgo colocou seu time em campo sem divulgar a escalação para a imprensa, causando mal estar. A marcação do time campineiro funcionou bem, a ponto do goleiro Jean ter sido mero espectador no primeiro tempo. O Guarani, por sua vez, criou três boas chances para marcar, em chutes de Simão e Marquinhos e num desvio de Creedence que o zagueiro Thiago salvou quase em cima da linha. No início do segundo tempo, Pepe voltou a surpreender tirando o grandalhão Creedence, que estava bem marcado, para a entrada do rápido Rinaldo. Outra vez, o técnico acertou. O time ganhou mais velocidade e Rinaldo participou do gol do Guarani. Ele aproveitou o vacilo do zagueiro Edu Dracena, que tentou recuar a bola para Gomes. O goleiro errou o chute, Rinaldo roubou a bola e entregou para Wagner que chutou rasteiro aos 21 minutos para abrir o placar. Luxemburgo abandonou o 3-5-2, tirando Edu Dracena para a entrada de Márcio e depois arriscou tudo com a entrada do atacante Mota no lugar do volante Augusto Recife. Nem as mudanças deram novo ânimo ao time mineiro, que esteve perto de perder sua longa invencibilidade. Mas o talento do meia Martinez, desta vez, salvou o time numa jogada individual. Ele deu uma "caneta" em Emerson e ao entrar na grande área foi travado, com falta, pelo imprudente Paulão, que cometeu pênalti. Na cobrança, aos 42 minutos, Deivid deu a paradinha, esperou o goleiro cair e chutou no ângulo direito de Jean. Este foi seu nono gol, mantendo a ponta da artilharia do Brasileiro. O Cruzeiro, agora, está 29 jogos sem perder. Seu próximo jogo será pela Copa do Brasil, contra o Vila Nova, em Goiânia. O Guarani enfrentará o Juventude no próximo fim de semana, em Caxias do Sul. Ficha Técnica: Guarani: Jean; Paulão, Nenê e Bruno Quadros; Simão, Emerson, Esquerdinha (Leandro Guerreiro), Marquinhos (Rafael) e Alex; Wagner e Creedence (Rinaldo). Técnico: Pepe. Cruzeiro: Gomes; Edu Dracena (Márcio), Luisão e Thiago; Maurinho, Augusto Recife (Mota), Martinez, Alex e Leandro (Wendell); Aristizábal e Deivid. Técnico: Vanderlei Luxemburgo. Gols: Wagner aos 21 minutos do segundo tempo. Árbitro: Edilson Soares da Silva (RJ). Cartão amarelo: Nenê, Emerson, Simão e Edu Dracena. Público: 5.354 pagantes. Local: Estádio Brinco de Ouro.CAMPEONATO BRASILEIRO - SÉRIE Aclassificação

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.