Cruzeiro encara o Caracas pela liderança do grupo 1

Equipe mineira precisa da vitória para ultrapassar o Caracas na classificação da fase de grupos

Eduardo Kattah, O Estado de S. Paulo

03 de março de 2008 | 20h02

Na disputa pela liderança do Grupo 1 da Copa da Libertadores, o Cruzeiro enfrenta nesta terça-feira o Caracas, da Venezuela, às 19h20, no Mineirão, pela terceira rodada da competição internacional.Para os mineiros, a vitória em casa é fundamental, já que no returno serão dois jogos fora e um em Belo Horizonte. O time venezuelano venceu as duas primeiras partidas - contra San Lorenzo (ARG) e Real Potosí (BOL) - e soma seis pontos, dois a mais que o Cruzeiro, que estreou vencendo o time boliviano, no Mineirão, e depois empatou com a equipe argentina, em Buenos Aires.Na véspera do confronto, o técnico Adilson Batista recorreu novamente ao mistério e comandou um treino secreto na Toca da Raposa II. Na manhã desta segunda-feira, o acesso dos jornalistas ao centro de treinamento só foi autorizado cerca de uma hora e vinte minutos depois de iniciadas as atividades, às 9h30."A gente precisa desse momento reservado", justificou o treinador, que tem dúvidas na lateral-direita - entre Jonathan e Apodi - e em outra posição, que preferiu não revelar. Uma das hipóteses é a entrada de Marcinho ou Marcel como companheiro do atacante Marcelo Moreno. Adilson acredita que o técnico do Caracas, Noel Sanvicente, poderá adotar uma postura mais cautelosa, em razão de não poder contar com o armador Ronald Vargas, expulso na vitória da semana passada sobre o Real Potosí. "Temos uma dúvida em relação à expulsão (de Ronald Vargas), se ele vai fechar mais o meio, se vai trabalhar com duas linhas de quatro e dois atletas na frente", observou.A expectativa é de bom público no Mineirão. Marcelo Moreno aproveitou para convocar o apoio da torcida. "Ainda mais neste jogo em que precisamos vencer. Será um confronto direto entre os dois primeiros colocados", ressaltou.CRUZEIRO X CARACAS (VEN)Cruzeiro: Fábio; Jonathan (Apodi), Thiago Heleno, Espinoza e Jadílson; Marquinhos Paraná, Ramires, Charles e Wagner; Marcelo Moreno e Guilherme (Marcinho). Técnico: Adilson Batista. Caracas: Rosales; Lucena, Mera, Bustamante e Valencia; Vera, Jiménez, Casanova (Ocoró)e Cominges; Emilio Rentería e Bastianini. Técnico: Noel Sanvicente.Árbitro: Saúl Laverni (ARG) Estádio: Mineirão, em Belo Horizonte (MG)Horário: 19h20

Tudo o que sabemos sobre:
Copa LibertadoresCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.