Cruzeiro encerra 1ª fase com derrota para Democrata-GV

O Cruzeiro foi derrotado pelo Democrata de Governador Valadares por 3 a 1, neste domingo, em partida válida pela 11ª e última rodada da primeira fase do Campeonato Mineiro. Apesar do tropeço, a equipe já havia garantido a liderança da etapa inicial do torneio.

IVANA MOREIRA, Agência Estado

28 de março de 2010 | 19h06

A derrota fora de casa significou a quebra de um jejum de 15 anos sem vitórias do Democrata sobre o Cruzeiro. Este é o segundo longo tabu do time celeste a cair no estadual. Antes disso, o Tupi, de Juiz de Fora, voltou a vencer o time de Belo Horizonte após 23 anos.

Nas quartas de final do Campeonato Mineiro, que começarão a ser disputadas no próximo fim de semana, o Cruzeiro vai enfrentar o Uberaba. Com o triunfo deste domingo, o Democrata pulou para a segunda colocação, com 23 pontos. O Villa Nova será o adversário do time de Governador Valadares no mata-mata.

Jogando com um time misto, o Cruzeiro até saiu na frente, mas não resistiu à pressão do Democrata que, jogando em casa, aproveitou falhas repetidas da equipe adversária e conseguiu virar o placar.

No primeiro tempo, o Cruzeiro até deu a impressão de que poderia triunfar. Aos 5 minutos, Kieza recebeu pelo lado esquerdo, cortou para o meio e chutou da entrada da grande área para balançar a rede.

No segundo tempo, os três gols sofridos pelo Cruzeiro surgiram de falhas individuais: o goleiro Rafael, o meio-campista Camilo e o zagueiro Gil bobearam e o Democrata não perdoou os erros. Com um minuto, Alex Santos arriscou chute de fora da área, e a bola passou por entre as mãos do goleiro cruzeirense. Um frango e o empate do time de Governador Valadares: 1 a 1.

Aos 16 minutos,, Camilo se atrapalhou com a bola dentro da área e Wanderson fez o segundo do Democrata: 2 a 1. Por fim, aos 38 minutos, Celinho aproveitou mais uma falha, quando Gil furou e tocou por cima de Rafael, definindo o triunfo do Democrata.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.