Cruzeiro espera jogo 'difícil' contra o Villa Nova

Apesar do favoritismo do Cruzeiro, Marcelo Oliveira espera um duelo "difícil" e de "muita competição" contra o Villa Nova, sábado, fora de casa, em rodada do Campeonato Mineiro. Para o treinador, as dimensões reduzidas do estádio Castor Cifuentes, em Nova Lima, poderão ser um obstáculo para o time cruzeirense.

AE, Agência Estado

26 de março de 2013 | 21h05

"Espera-se um jogo difícil, inicialmente e teoricamente de muita competição, tem que ter um espírito próprio. Nós temos que nos adaptar rapidamente à dimensão do campo e ao gramado, em que você não deve correr muito com a bola e nem tocar de primeira, mas dar uma dominada e tocar, e para isso é preciso ter uma movimentação constante", pregou.

Diante desta dificuldade, Oliveira quer ver seus jogadores apostando em jogadas de bola aérea. "Vamos disputar muito a bola aérea e lutar pela segunda bola. O Cruzeiro tem que estar preparado, os jogadores mais técnicos também tem que entrar no espírito e usar a técnica quando for solicitado".

A qualidade do rival também preocupa. O Villa Nova faz boa campanha no Estadual e já ocupa a terceira colocação da tabela, atrás apenas dos favoritos Cruzeiro e Atlético-MG. "O Villa Nova está muito bem, é um clube de tradição, e neste ano está muito consistente, pois não leva gols e tem buscado vitórias, inclusive fora de casa. Então, a gente vai sabendo disso tudo e cuidando disso para fazer um grande jogo".

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCruzeiroMarcelo Oliveira

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.