Cruzeiro estreia na Libertadores com derrota para Real Garcilaso no Peru

Atual campeão brasileiro perdeu de virada por 2 a 1 em jogo marcado por racismo

AE, Agência Estado

13 de fevereiro de 2014 | 00h12

HUANCAYO, PERU - A estreia do Cruzeiro na Copa Libertadores não foi a imaginada. Nesta quarta-feira, o atual campeão brasileiro foi derrotado de virada pelo Real Garcilaso, do Peru, por 2 a 1, no estádio Huancayo, na cidade de Huancayo, em jogo válido pelo Grupo 5. A chave ainda conta com Universidad de Chile e Defensor, do Uruguai, que se enfrentam nesta quinta, em Santiago.

Com o revés no primeiro jogo, o Cruzeiro se vê obrigado a reagir na próxima rodada. No próximo dia 25, o time mineiro receberá o Universidad de Chile, no estádio do Mineirão, em Belo Horizonte. O Real Garcilaso joga antes, no dia 19, contra o Defensor, em Montevidéu.

O primeiro tempo do Cruzeiro no duelo no Peru foi bom. O time dominou as ações e criou mais oportunidades de gol que o rival, inclusive com uma bola na trave de Dagoberto. E conseguiu abrir o placar com o zagueiro Bruno Rodrigo, aos 20 minutos. Após escanteio, o defensor cabeceou no ângulo esquerdo da meta de Pretel.

Por causa da altitude de mais de 3.200 metros acima do nível do mar, os jogadores do Cruzeiro caíram de rendimento na segunda etapa. A consequência disso foi a virada do Real Garcilaso. Aos seis minutos, Britez aproveitou um desvio após cobrança de escanteio pela esquerda e tocou para o gol. Aos 16, foi a vez do atacante Rodríguez anotar o segundo.

A nota triste do jogo aconteceu nos minutos finais. Depois de entrar no lugar de Ricardo Goulart, o volante Tinga passou a ser hostilizado pelos torcedores peruanos, que a cada toque na bola do brasileiro o vaivam e imitavam sons de macaco.

FICHA TÉCNICA

REAL GARCILASO 2 x 1 CRUZEIRO

REAL GARCILASO - Pretel; Herrera, Maulella, Huerta e García (Britez); Retamoso, Ortiz, Ramúa (Angeles) e Flores; Ferreira e Rodríguez. Técnico: Freddy García.

CRUZEIRO - Fábio; Ceará, Dedé, Bruno Rodrigo e Egídio; Souza, Lucas Silva, Everton Ribeiro e Ricardo Goulart (Tinga); Dagoberto (Willian) e Marcelo Moreno (Júlio Baptista). Técnico: Marcelo Oliveira.

GOLS - Bruno Rodrigo, aos 20 minutos do primeiro tempo; Britez, aos 6, e Rodríguez, aos 16 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Retamoso, Herrera e Flores (Real Garcilaso); Egídio (Cruzeiro).

ÁRBITRO - Jorge Argote (Fifa/Venezuela).

RENDA E PÚBLICO - Não disponíveis.

LOCAL - Estádio Huancayo, em Huancayo (Peru).

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.