Divulgação
Divulgação

Cruzeiro estreia na Libertadores e terá Fábio fazendo história

Após perder peças fundamentais e 'remontar' elenco, bicampeão brasileiro viaja à Bolívia para encarar o Universitario na altitude

Estadão Conteúdo

25 de fevereiro de 2015 | 07h33

Atual bicampeão brasileiro, o Cruzeiro irá iniciar nesta quarta-feira, às 22 horas(de Brasília), contra o Universitario, na Bolívia, a sua caminhada rumo ao seu sonhado terceiro título da Copa Libertadores da América. O duelo será realizado nos quase 2.800 metros de altitude da cidade de Sucre e fechará a primeira rodada do Grupo 3 da competição continental.

O time mineiro entrará em campo com uma equipe bem diferente daquela que se consagrou bicampeã nacional, pois teve a saída de nomes de peso como Everton Ribeiro, Ricardo Goulart, Marcelo Moreno e Lucas Silva, assim como perdeu outros como Egídio, Borges, Samudio e Nilton. Para completar, Dedé e Julio Baptista estão machucados e viraram outras baixas importantes para o torneio.

O goleiro Fábio, ídolo da torcida cruzeirense, porém, estará de volta ao time após ter sido poupado anteriormente pelo técnico Marcelo Oliveira. E, ao entrar em campo, ele se tornará o segundo jogador com mais partidas pelo clube na história, com 610 ao total, atrás somente de Zé Carlos, que tem 633.

Fábio é a grande referência de um time que ainda terá cinco atletas que ficarão fora do jogo desta quarta por causa de lesões. São eles: Mayke, Manoel, Ceará, Gilson e Alisson. Mas, apesar das baixas, o técnico Marcelo Olivera exibiu confiança na formação que mandará a campo e minimizou a preocupação com a altitude, que é menos preocupante, por exemplo, do que a de 3.600 metros de La Paz.

"A altitude tem um efeito efetivo. Ela realmente modifica para os times que não estão acostumados, mas quando você fala em 2.800 metros é mais ameno, tranquilo. Não podemos ampliar esse quadro. Estamos trabalhando para que o time esteja bem postado e organizado, em condições de fazer um grande jogo, tanto na parte técnica quanto no aspecto físico", ressaltou.

Já no Universitario, o técnico Julio César Baldivieso terá como principal novidade em campo o defensor uruguaio Ignacio Gonzáles, reforço contratado pelo clube que está habilitado apenas para disputar a Libertadores. No último domingo, com um time misto em campo, a equipe de Sucre caiu por 2 a 1 diante do Sport Boys, pelo Campeonato Boliviano, no qual ocupa a modesta nona posição entre 12 clubes que disputam a competição.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCopa LibertadoresCruzeiro

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.