Gustavo Aleixo/Cruzeiro
Gustavo Aleixo/Cruzeiro

Cruzeiro faz duelo de ameaçados contra Figueirense para se distanciar da degola

Equipe de Felipão não perde há sete jogos, chegando ao 15º lugar com 24 pontos

Redação, Estadão Conteúdo

20 de novembro de 2020 | 10h09

O Cruzeiro aposta em um bom resultado no duelo de ameaçados contra o Figueirense nesta sexta-feira, às 21h30, no Mineirão, em Belo Horizonte, pela 22.ª rodada, para abrir vantagem para a zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro.

Sem perder há sete jogos, com quatro empates e três triunfos, o time do técnico Luiz Felipe Scolari chegou ao 15º lugar e soma 24 pontos, quatro à frente do grupo da degola. O Figueirense, enquanto isso, levou 3 a 0 do Vitória en seu compromisso anterior e acumula três derrotas seguidas e quatro jogos sem vitória. Na zona de rebaixamento, os catarinenses aparecem no 18.º lugar com 19 pontos, a cinco da primeira equipe fora da degola.

O técnico Felipão, ainda invicto, terá à disposição o veterano atacante Rafael Sóbis. O jogador, que estava no Ceará, teve o nome publicado no BID e poderá ser titular na vaga de William Pottker, expulso na rodada passada. Sóbis brigará pela vaga com Arthur Caíke, recuperado de lesão muscular.

"É um momento mágico, é uma oportunidade gigantesca, voltar para o lugar onde eu fui tão feliz. Então, a partir de agora é se dedicar, viver o Cruzeiro 24 horas, porque a nossa luta é árdua, é difícil, mas se nos dedicarmos bastante, no final, vamos ser feliz", disse Rafael Sóbis.

Ainda no sistema ofensivo, Marcelo Moreno, que estava jogando pela Bolívia pela Eliminatória Sul-Americanas, volta e assume a vaga de Sassá. No meio-campo, Machado, que recebeu o terceiro amarelo, está suspenso, com Ramon confirmado.

No Figueirense, o técnico Jorginho teve o nome publicado no BID e poderá estrear. Dos três reforços anunciados, dois estão regularizados: o zagueiro Guilherme Teixeira e o lateral-direito Thiaguinho. Apenas o lateral-esquerdo Renan Luís ainda aguarda o registro do seu contrato.

Jorginho terá 12 desfalques, sendo três titulares. O lateral-esquerdo Brunetti (lesão na coxa esquerda) poderá ser substituído pelo improvisado Marquinho, se Renan Luís não for inscrito. O volante Arouca (lesão na panturrilha da perna esquerda) deverá ceder vaga a Matheus Neris. Já o meia Guilherme (luxação no ombro esquerdo) terá sua vaga ocupada por Dudu. "Vamos nos dedicar ao máximo para ajudar os atletas a conquistarem a nossa permanência. Vamos lutar e vamos conseguir", disse Jorginho, tentando transmitir confiança.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.