Cruzeiro fecha acordo com América-MG pelo lateral Bryan

Clube ainda não definiu quem será o novo técnico da equipe

Estadão Conteúdo

11 de maio de 2016 | 09h37

Mesmo ainda sem ter definido o nome do seu novo técnico para a sequência da temporada 2016, a diretoria do Cruzeiro fechou a contratação de mais um reforço para a disputa do Campeonato Brasileiro. No final da noite de terça-feira, o clube oficializou a chegada do lateral-esquerdo Bryan, que estava no América Mineiro.

A direção do Cruzeiro não deu maiores detalhes da transação, explicando que eles serão revelados durante a apresentação oficial de Bryan, que ainda não tem data marcada, mas deverá ocorrer nos próximos dias, logo após a realização dos exames médicos necessários para a assinatura do contrato.

Bryan, de 24 anos, iniciou a sua carreira no América Mineiro e depois teve passagens por empréstimo pelo Benfica, pela Portuguesa e pela Ponte Preta. Mas foi no clube de Belo Horizonte que ele mais chamou a atenção, se destacando na campanha do acesso à elite do futebol brasileiro no ano passado e também na conquista do título do Campeonato Mineiro, encerrado no último fim de semana, em que o América eliminou o próprio Cruzeiro nas semifinais.

Agora, então, o Cruzeiro acertou a contratação de Bryan, superando a concorrência de outros clubes do País. E ele chega para uma posição bastante carente do elenco, tanto que o polivalente meio-campista argentino Sánchez Miño vem sendo o titular da lateral esquerda.

Antes de contratar Bryan, o Cruzeiro já havia anunciado a chegada de outros dois jogadores para a disputa do Brasileirão, o meio-campista Robinho e o lateral-direito Lucas, que estavam no Palmeiras e foram trocados pelo lateral-direito Fabiano e pelo lateral-esquerdo Fabrício.

Classificado à terceira fase da Copa do Brasil após derrotar o Londrina por 2 a 0 no Estádio do Café, na última terça-feira, o Cruzeiro volta a jogar no próximo sábado, às 21 horas, quando encara o Coritiba, no Couto Pereira, pela primeira rodada do Brasileirão.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.