Divulgação
Divulgação

Cruzeiro ganha do Barueri em jogo polêmico

Gilberto faz o gol da vitória da equipe mineira em partida disputada na noite deste sábado na Grande São Paulo

Agencia Estado

26 de setembro de 2009 | 21h10

O Cruzeiro derrotou o Barueri por 1 a 0, na noite deste sábado, na Arena Barueri, pela 26.ª rodada do Brasileirão. O jogo teve uma arbitragem polêmica, provocando muitas reclamações do time da casa, por causa do impedimento de Gilberto no lance do gol cruzeirense e de um possível pênalti não marcado pelo árbitro Djalma Beltrami.

Veja também:

especialMASCOTES - Baixe o papel de parede do seu time

especialVisite o canal especial do Brasileirão

Brasileirão 2009 - lista Tabela | tabela Classificação

especialDê seu palpite no Bolão Vip do Limão

Com a vitória fora de casa neste sábado, o Cruzeiro se reabilitou da derrota da última quarta-feira, para o líder Palmeiras, no Mineirão, quando reclamou bastante da arbitragem - alegou ter tido três pênaltis não marcados pelo árbitro. E chegou aos 35 pontos no Brasileirão. Enquanto isso, o Barueri ficou estacionado nos 36 pontos.

Com o atacante Kléber entre os titulares, apesar dele ter dito que gostaria de deixar o clube se continuasse sendo vaiado pela torcida, o Cruzeiro foi um pouco melhor no primeiro tempo. Mas falhou nas finalizações. Enquanto isso, o ataque do Barueri não levou muito perigo ao goleiro cruzeirense Fábio.

No segundo tempo, quando o Barueri era melhor no jogo, o Cruzeiro conseguiu abrir o placar aos 27 minutos. Após cruzamento de Guerrón, o zagueiro Xandão furou e a bola sobrou para o meia Gilberto, que, impedido, marcou o gol. Depois disso, os donos da casa foram ao ataque, em busca do empate.

Para pressionar, o atacante Fernandinho, de contrato renovado recentemente, entrou em campo e comandou as ações do Barueri. E ele fez a principal jogada do time, já aos 42 minutos, quando o zagueiro Gil evitou seu gol ao cortar a bola com o árbitro. Mas o árbitro não marcou o suposto pênalti.

Na sequência, num lance envolvendo Basílio, Fernandinho reclamou por uma falta não marcada e acabou expulso pelo árbitro, aumentando a irritação do Barueri. "Aconteceu o que nós temíamos. Descontaram em cima da gente", lamentou o técnico Diego Cerri, referindo-se às reclamações do Cruzeiro após a derrota para o Palmeiras.

BARUERI 0 X 1 CRUZEIRO

Barueri - René; Bruno Ribeiro (Otacílio Neto), Xandão, Leandro Castan e Márcio Careca; Ralf, Eder, João Vitor e Thiago Humberto; Flavinho (Fernandinho) e Val Baiano (Basílio). Técnico - Diego Cerri

Cruzeiro - Fábio; Jonathan (Thiago Heleno), Gil, Leonardo Silva e Diego Renan; Fabrício, Elicarlos, Marquinhos Paraná (Fabinho) e Gilberto; Thiago Ribeiro (Guerrón) e Kléber. Técnico - Adilson Batista

Gols - Gilberto, aos 27 minutos do segundo tempo

Árbitro - Djalma José Beltrami Teixeira (RJ)

Cartões amarelos - Thiago Humberto, Márcio Careca, Eder e Elicarlos

Cartão vermelho - Fernandinho

Renda - R$ 41.510,00

Público - 3.365 pagantes

Local - Arena Barueri, em Barueri (SP)

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.